Financiamento e Análise Financeira

Objectivos

No final da disciplina, os alunos deverão:
Conhecer o estado de arte do financiamento das organizações de saúde;
Identificar e analisar criticamente os principais métodos de financiamento;

Compreender o sistema de financiamento hospitalar em Portugal: lógica, vantagens e limitações.

Caracterização geral

Código

9266

Créditos

5.0

Professor responsável

Rui Manuel Candeias Santana

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - 40

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Licenciatura

Bibliografia

Anderson GF. Payment reform in the United States. Health Policy.1986;6(4):
321-328.
Ash A, Ellis R. Risk-adjusted payment and performance assessment for Primary
Care. Medical Care. 2012;50(8):643-653
Bodenheimer T, Grumbach K. Reimbursing physicians and hospitals.
JAMA.1994;272(12):971-977.
Costa C. Financiamento de Serviços de Saúde – A definição de preços. Revista
Portuguesa de Saúde Pública.1990;8(2):65-72.
Sutton M, Nikolova S, Boaden R et al. - Reduced Mortality with Hospital Pay for
Performance in England. The New England Journal of Medicine.2012;367:1821-
1828.

Método de ensino

São utilizadas três metodologias de ensino: a exposição oral, a realização de
trabalhos de grupo e pesquisa individual. A avaliação baseia-se num trabalho
individual (70%), e em trabalhos de grupo (30%). Os detalhes da avaliação
são apresentados na primeira sessão da unidade curricular.

Método de avaliação

A disponibilizar brevemente

Conteúdo

Conceitos e definições de financiamento de organizações de saúde.
A evolução recente do financiamento hospitalar em Portugal (Cuidados de Saúde Primários, Hospitais, Unidades de Cuidados Continuados, Unidades Locais de Saúde)
Financiamento Hospitalar – O estado de arte.
O apuramento de custos e a definição de preços.
O financiamento hospitalar: complexidade e gravidade.
A capitação ajustada pelo risco.
Indicadores de análise financeira.