Opcional Livre

Objectivos

As Unidades Curriculares Opcionais Livres correspondem à componente mais flexível do curso e são fornecidas e divulgadas no início de cada ano letivo tendo presente a oferta de cursos avançados disponível na NMS|FCM, CEDOC e instituições associadas.

Estas Unidades Curriculares serão nas áreas dos vários ramos do Programa Doutoral, nomeadamente Novas Terapias, Inflamação Crónica, Saúde das Populações, Nutrição e Doenças Crónicas e Envelhecimento.

O estudante deve adquirir conceitos avançados nas áreas científicas correspondentes aos ramos do curso. Os estudantes devem saber discutir de forma crítica os avanços mais recentes no conhecimento na área científica do curso e saber usar e aplicar os conhecimentos adquiridos a situações novas e em contexto de investigação. Os estudantes devem saber identificar e discutir a utilização de métodos e técnicas de investigação diferenciados para a resolução de questões científicas concretas no âmbito de cada curso avançado.

Caracterização geral

Código

121011

Créditos

3

Professor responsável

Professor Doutor Miguel Pedro Pires Cardoso de Seabra

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Portuguese

Pré-requisitos

 

Bibliografia

Serão fornecidos pelos participantes e convidados bibliometria ou outro tipo de informação adequando. Sempre que aplicável a bibliografia consistirá em artigos científicos disponíveis na internet em bases de dados apropriadas. Procurar-se-á em cada edição do curso fornecer a informação científica mais recente. Os estudantes serão estimulados a partilhar notas e informação sobre a Unidade Curricular em fóruns virtuais em plataformas informáticas, a criar, do tipo (“blackboard” virtual).

Método de ensino

A metodologia de ensino será preferencialmente baseada numa combinação variável de oficinas de trabalho

(workshops), seminários de investigação, e acompanhamento tutorial. Em todos os casos o ensino deverá ser sempre centrado no estudante e os conhecimentos e competências a adquirir baseadas em trabalhos de investigação.

Tipicamente as Unidades Curriculares opcionais envolverão uma componente mais teórica (seminários) e uma componente mais prática baseada no trabalho do estudante (oficinas de trabalho que podem envolver discussão de artigos científicos, ou propostas fictícias de projetos de investigação).

A avaliação será baseada na apresentação e discussão do trabalho do estudante (oficinas de trabalho) numa percentagem não inferior a 50% e num documento escrito que permita aferir a aplicação de conhecimentos a situações concretas de investigação na área do curso.

 

Método de avaliação

A avaliação serrá distribuída pela realização de um documento escrito para aferir a aplicação de conhecimentos a situações concretas de investigação (50%) e pela apresentação e discussão de um trabalho em oficinas de trabalho (50%).

Conteúdo

O elenco de Opcionais Livres a integrar no curso de doutoramento deve ser aprovado pelo coordenador do curso tendo em conta o alinhamento dos temas dos cursos avançados. Procurará ainda assegurar-se uma diversidade suficiente de cursos preferencialmente envolvendo abordagens experimentais diversas evitando redundâncias no currículo.

O estudante deve adquirir conceitos avançados nas áreas científicas correspondentes aos ramos do curso. Privilegiam-se os cursos que promovam o sentido crítico do estudante e que promovam a integração e aplicação de conhecimentos em contexto de investigação. Devem, por isso, ser convidados investigadores nacionais e estrangeiros com reconhecido mérito nas respetivas áreas científicas

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: