Programas de intervenção em utentes com dor crónica de natureza músculoesquelética

Objectivos

Esta unidade curricular foi desenhada com a finalidade de promover o desenvolvimento de competências para a implementação de programas de intervenção destinados a utentes com dor crónica de natureza músculo-esquelética, segundo uma abordagem bio-psico-social. A unidade curricular promove a compreensão acerca da interação entre os fatores psicológicos, sociais e fisiológicos no "input", processamento e "output" da informação de dor, e fornece estratégias de intervenção baseadas na atividade física/ exercício e na educação que pretendem atuar ao nível das crenças e atitudes de medo da dor/ evitamento do movimento e promover a capacidade física e funcional nos utentes.

Caracterização geral

Código

MF32

Créditos

5

Professor responsável

Doutora Rita Noélia Silva Fernandes

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português/ Inglês

Pré-requisitos

Ramo condições músculo-esqueléticas.

Bibliografia

- Butler DS (2000) The Sensitive Nervous System, Noigroup, Adelaide

- Butler DS & Moseley GL (2003) Explain Pain, NOI Publications, Adelaide

- Waddell G (1998) The Back Pain Revolution, Churchill Livingstone, Edinburgh

- Wall PD & Melzack R eds. (1999) Textbook of Pain, 4th edn. Churchill Livingstone, Edinburgh. Also 5th edn 2005

- Main CJ & Spanswick CC (2000) Pain Management. An interdisciplinary approach, Churchill Livingstone, Edinburgh

- Gifford LS ed. (1998, 1999, 2002, 2006) Topical Issues in Pain, Nos 1-5 CNS Press, Falmouth

- Strong J et al (2002) Pain, A Textbook for Therapists, Churchill Livingstone, Edinburgh

Método de ensino

Os métodos de ensino-aprendizagem incluem: aulas teóricas expositivas, aulas baseadas em casos clínicos, aulas em grupo tutorial, aulas práticas laboratoriais com demonstração e treino entre pares, e estudo independente.

Método de avaliação

A unidade curricular é avaliada através de um trabalho escrito (limitado a 2000 palavras) relativo a uma sessão de intervenção junto de um utente/ grupo de utentes com dor crónica de origem músculo-esquelética (100%).

Para obter aprovação na unidade curricular, o estudante tem que obter uma nota igual ou superior a 9,5 valores na atividade de avaliação.

Conteúdo

- A intervenção da fisioterapia na dor crónica de natureza músculo - esquelética: prática e resultados

- Neurofisiologia da dor crónica: sensitização central e dor central: mecanismos de produção da dor central; modelos neurobiológicos (neuromatriz, mecanismos de dor) e psicológicos (modelo de evitamento da dor/ movimento). Indicadores clínicos da dor central

- Abordagem cognitivo-comportamental - Estratégias de avaliação e intervenção para utentes com dor crónica de natureza músculo-esquelética

- Atividade Física e Exercício para utentes com dor crónica de natureza músculo-esquelética

- Instrumentos de medida de resposta à dor: dor, função e aspetos psicossociais

- Programas de intervenção para utentes com dor crónica de natureza músculo-esquelética

- Prática simulada - sessões educativas e sessões de exercício

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: