Especialidades Médicas e Cirúrgicas II

Objectivos

O ensino será praticado com uma enorme exposição e contacto no seio da realidade clínica, sendo o aluno tratado como mais um membro da equipa.

 

Definiram-se os objetivos da aprendizagem para cada especialidade, e os locais de ensino foram selecionados mediante a sua capacidade para conferirem as competências e Skills assim definidos.

 

Os alunos disporão de um LogBook, que espelha os objetivos de aprendizagem, e onde registarão os contactos e Skills realizados. Esse LogBook é da maior importância e inspirará a avaliação prática final.

 

Deve ser notado que, em cada hospital, os alunos buscarão, nas especialidades disponíveis, adquirir o maior número de competências, de skills e de contactos, treinando também as atitudes profissionais que lhes for possível, registando-as sempre no seu Log-Book. O docente que coordena as atividades  pedagógicas em cada hospital zelará pela boa distribuição dos alunos e centralizará, com o apoio dos professores de cada  serviço, as atividades de avaliação prática.

Haverá aulas teóricas sobre temas de síntese. Pretende-se larga interdisciplinaridade, como em qualquer discussão clínica, e muita inter-actividade, preferencialmente também com os alunos.

Caracterização geral

Código

11188

Créditos

15

Professor responsável

Professor Doutor José Fragata

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

A bibliografia é apresentada por especialidade.

Método de ensino

A rotação clínica da EMC II durará 10 semanas, sendo os alunos divididos por dois grupos de rotações denominadas  “Tutores A e Tutores B”. Os alunos  farão a sua rotação durante cinco semanas no  grupo “A”, mudando nas restantes cinco semanas para o grupo “B”, de modo a completar a sua rotação, sendo expostos maximamente e com a mínima dispersão possível de tempo e de local.

A disciplina de EMC II será lecionada sob a forma de estágio de vivência hospitalar de várias especialidades, ao longo de 10 semanas, rodando os alunos por grupos de especialidades designados “Tutores A” e “Tutores B” durante estágios parcelares de 5 semanas. Cada bloco terá cerca de 43 a 46 alunos, que serão divididos, assimetricamente, pelos hospitais.

Da rotação das especialidades da UC de EMC2, são obrigatórias as rotações de Medicina Interna, Cirurgia Geral, Cirurgia Torácica, Pneumologia, Cardiologia, Urologia, ORL, Anestesiologia e Cirurgia Vascular e opcionais as de Cirurgia Cardíaca e Cirurgia Maxilo-Facial. Destas últimas, o aluno escolherá aquela que deseja frequentar.

É exigido ao aluno, durante o estágio prático, um trabalho de aquisição de conhecimento teórico a propósito de casos clínicos da sua vivência hospitalar. Assim pretende-se que o estágio prático tenha também como função estimular no aluno a necessidade de aprofundar os seus conhecimentos teóricos.

O horário das aulas práticas será entre as 8:30h e as 13h de 2ª a 6ª feira, havendo flexibilização no horário de entrada em função da organização interna própria de cada serviço que acolhe os alunos.

ASSINATURAS de PRESENÇAS: Diariamente, estarão disponíveis folhas de presença para assinatura nos locais de secretariado, a partir das 8:15h e até às 10h. Os alunos deverão proceder à assinatura antes de iniciar os estágios práticos e de modo a iniciar o estágio às 8,30h. Após o início do horário letivo só será permitida a assinatura mediante confirmação da presença no estágio efectuada pelo docente. A falha na assinatura diária contará como falta.

O LogBook individual do aluno deverá ser descarregado do “MOODLE” no início do ano letivo. As atividades descritas no LogBook são sujeitas a avaliação e serão classificadas pelos assistentes.

Serão dadas aulas teóricas sobre temas de síntese e realizados “Grand-Rounds”, às 3ªs feiras, das 17h às 18,50h.

Método de avaliação

A avaliação, no quadro dos princípios gerais da avaliação na NOVA, será realizada por teste de escolha múltipla e pela atividade prática, registada no LogBook e discutida com o aluno no final da rotação. Será feita uma média ponderada entre a componente teórica e a da prática clínica.

A Avaliação será realizada ponderando os resultados da avaliação prática (40%) e teórica (60%).

Conteúdo

Dada a complexidade e extensão da UC, apresentam-se os objetivos e conteúdos programáticos por especialidade.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: