Pediatria

Objectivos

Definidos em termos de produtos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) e que serão objecto de avaliação.
•Diagnosticar, saber orientar e tratar as doenças e situações patológicas mais frequentes e graves em Pediatria do ambulatório e do internamento nomeadamente: patologia respiratória, neurológica, nefro-urológica, cardiovascular, metabólica, gastrointestinal, renal, hematológica, infecciosa, endocrinológica, perinatal, neonatal e patologia cirúrgica corrente.
•Reconhecer e saber orientar situações de urgência/ emergência como choque, coma, traumatismos, emergências cirúrgicas, falência respiratória, desidratação.
•Saber prescrever antibióticos e outros medicamentos, solutos orais e endovenosos;
•Conhecer e saber utilizar as diferentes vias de administração de medicamentos: oral, endovenosa, intraóssea.
•Conhecer e ter praticado procedimentos na área da reanimação pediátrica e neonatal.
•Conhecer as bases dos cuidados paliativos pediátricos.
•Saber preparar e apresentar um estudo em público e responder a questões

Caracterização geral

Código

11211

Créditos

8

Professor responsável

Prof.ª Doutora Maria Teresa Neto

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

Os diapositivos das aulas são disponibilizado aos alunos no Moodle. Os diapositivos são um guia para o Professor dar a aula e não constituem, só por si, material de estudo. Os alunos devem ler os capítulos do principal livro de texto, o Tratado de Pediatria de JM Videira Amaral.  Outras obras, indicadas abaixo, são aconselhadas para aprofundar alguns temas. Os Docentes podem ainda indicar artigos de interesse para o tema em estudo.

  • Tratado de Clínica Pediátrica. João M. Videira Amaral. Lisboa, 2013

·         Orientação Diagnóstica em Pediatria (JM Palminha, Em Carrilho). Lidel Lisboa, 2003.

·         Terapêutica Pediátrica em Ambulatório (MA Costa, MC Lemos, F. Durão, JM Palminha; Editora Lidel, 2ª Ed Lisboa, 2008.

·         Cirurgia Pediátrica – José Luis Martins.  Manole, 2007

·         Essential Pediatrics (David Hull, Derek I Johnston. Eds.). Churchill Livingstone. Edinburgh, 1999

·         Illustrated Textbook of Paediatrics (Tom Lissauer, Graham Clayden). Ed. Mosby. London, 2002

·         Nelson Textbook of Pediatrics (Richard E Behrman, Robert M Kliegman, Eds.). WB Saunders Company. Philadelphia, 2004

·         Paediatric Clinical Examination (Dennis Gill, Niall O’Brien). Ed. Churchill Livingstone. Edinburgh, 2003

·         Manual of Neonatal Care (JP Cloherty, EC Eichenwald, AR Stark Lippincot Williams & Wilkins – Philadelphia, 2004.

Pediatric Surgery Handbook ( download gratuito ) – http://home.coqui.net/titolugo/handbook.htm

Método de ensino

·         Aulas teóricas – em cada semestre haverá 42 aulas teóricas de 50 minutos, abrangendo a principal patologia pediátrica. Será oferecido aos Docentes a possibilidade de disponibilizarem aulas em sistema de e-learning caso entendam que o tempo é curto para a matéria que deve ser dada. Neste caso, o tempo destinado a cada especialidade será mantido e destinado a tirar dúvidas e a discutir problemas e casos clínicos.

·         Aulas teórico-práticas – serão aplicadas sobretudo na área da cardiologia pediátrica a grupos de cerca de 10 a 12 alunos. É de admitir aulas semelhantes noutras áreas nomeadamente neonatologia.

·         Aulas práticas clínicas – decorrerão das 9 às 13h em enfermaria ou em contexto de serviço de urgência/consulta.

·         Aulas práticas não clínicas – aulas de simulação e técnicas a grupos de cerca de 7 a 8 alunos para revisão de situações clínicas com treino de técnicas e procedimentos.

·         Seminários – o grupo de alunos afetos a um Assistente deve apresentar um trabalho original da sua escolha no final do período de estágio. Os melhores trabalhos poderão ser submetidos a comunicação livre no Congresso Nacional de Pediatria.

Método de avaliação

A avaliação dos alunos é baseada na avaliação distribuída ao longo do período de estágio e num exame final.  Cada uma destas formas de avaliação contribui para 50% do total e cada uma delas é eliminatória. Um aluno com classificação inferior a 9,5 na prática não poderá ir ao exame escrito. Um aluno com aprovação na prática e nota inferior a 9,5 no exame escrito também reprova.

Conteúdo

Os conteúdos das aulas teóricas abrangem a patologia corrente e as situações clínicas mais frequentes e mais graves da pediatria nomeadamente: Introdução à Patologia - conceitos; A prescrição em Pediatria; Simulação no ensino da Pediatria - Técnicas, Cenários e Debriefing; Infeções das vias aéreas superiores; Infeções das vias aéreas inferiores; Patologia do tracto gastrointestinal; Patologia hepatobiliar ;gastroenterites agudas; Equilíbrio hídrico e electrolítico;  Doença febril aguda; Febre sem foco; Síndrome febril prolongado; Doenças exantemáticas virais e bacterianas; Infecções bacterianas: pele,  tecidos moles e osteoarticulares; sépsis, choque séptico, meningite, meningoencefalite;  convulsões, cefaleias, epilepsia;  bases embriológicas das cardiopatias congénitas; principais quadros fisiopatológicos das cardiopatias congénitas, arritmias e cardiopatias adquiridas em idade pediátrica; Hematúria/Síndroma nefrítico; Proteinúria /Síndroma nefrótico, infecção urinária; diabetes,  patologia da supra renal, hipófise e tiróide; Princípios para o diagnóstico de doenças metabólicas; patologia respiratória neonatal, perturbações do crescimento intrauterino, infecções congénitas e perinatais; anemias, alterações da coagulação;  DPN em urologia pediátrica, síndrome de junção pielo-ureteral, mega bexiga, refluxo vesicoureteral, complexo bexiga extrofia-epispádias, hipospádias; disfunções miccionais, bexiga  e intestino neurogénicos, litíase urinária; obstrução esofágica, obstrução intestinal alta e obstrução funcional intestinal  baixa; malformação anorectal; onfalocelo, gastrosquisis, hérnia diafragmática congénita, enterocolite necrosante; hérnia inguinal e hidrocelo, hérnia umbilical e da linha branca; fimose e parafimose; apendicite aguda; estenose hipertrófica do piloro; fendas lábio-alvéolo-palatinas; malformação das mãos e pés;  cuidados paliativos pediátricos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: