Especialidades Médicas e Cirúrgicas III

Objectivos

1 - Obtenção de conhecimentos teóricos e práticos avançados nas áreas de Gastrenterologia, Nefrologia, Hematologia, Dermatologia, Endocrinologia, Oncologia, Oftalmologia, Medicina Intensiva, incluindo vertentes de diagnóstico e terapêutica; contacto com programas de transplantação. 2- Autonomia para, de forma autónoma, avaliar, diagnosticar e estabelecer medidas terapêuticas para as situações clínicas mais prevalentes e de maior gravidade ou requerendo maior rapidez de ação. 3- Habilitação para identificar situações clínicas de maior emergência que requeiram referenciação emergente para a áreas de diagnóstico e terapêutica altamente diferenciadas, incluindo o conhecimento das vias de acesso prioritárias (Via Verde Coronária, AVC, Trauma e Sépsis).

Caracterização geral

Código

11212

Créditos

24

Professor responsável

Prof. Doutor Fernando Nolasco

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

•Harrison`s – Principles of Internal Medicine 19th edition. 2015;
•Oxford desk Reference. Critical Care. Cald Warderman, Neil Sony, Andrew Rhodes, eds. 3rd edition Oxford Desk Reference. (2015);
•Surgical Intensiv Care Medicine. John M. O’Donnell, Flávio Nacul, eds. Third edition; Greenspan´s Basic and Clinical Endocrinology, 9th Edition, McGraw-Hill, 2011;
•DJ Gawkroger - Dermatology – an illustrated colour text. 4th edition (2008), Elsevier; J Bolognia – Dermatology 3th edition (2012), Elsevier;
•Sleisenger and Fordtran’s Gastrointestinal and Liver Disease 10th edition 2015; Gastrenterologia Fundamental, Edições Lidel, 1º edição, 2013;
•Manual de Terapêutica Médica, capítulo VII-Gastrenterologia, 2ª edição, 2010;
•OFTALMOLOGIA CLINICA– Jack J. Kanski – edição – DOYMA;
•OFTALMOSCOPIA – Luís Gonçalves;
•OPHTHOBOOK.COM - (acesso on-line gratuito)

Método de ensino

Ensino teórico (total de 28 aulas); teórico-prático (total de 30 aulas); acompanhamento de doentes internados em regime de estágio, e frequência das múltiplas atividades dos Serviços; Exposição e discussão de casos clínicos em público.

Método de avaliação

Avaliação prática em cada área baseada no trabalho efetuado, na participação nas atividades diárias, na apresentação e discussão crítica de casos clínicos, e elaboração de resumos clínicos; avaliação teórica com exame final de múltipla escolha com 100 perguntas. É estimulado o desenvolvimento do raciocínio clínico, com a confrontação de hipóteses e análise de procedimentos. Existe avaliação prática (contínua e periódica) e teórica, sendo a avaliação prática preponderante (60%), mas todas obrigatórias, e requerendo classificação mínima em todas as avaliações previstas. É indispensável a aprovação em cada uma das áreas clínicas integradas na UC.

Conteúdo

Teórico- temas abrangentes, para aquisição crítica de conceitos chaves. Prático- 1 Contacto com patologias essenciais para a clínica em Gastrenterologia, Nefrologia, Hematologia, Dermatologia, Endocrinologia, Oncologia, Oftalmologia, Medicina Intensiva, Transplantação; 2. Diagnóstico diferencial e opções terapêuticas, relacionados com as patologias ensinadas; 3. Prática clínica diferenciada em enfermaria, UCI e em Urgência; 4. Capacidade de comunicação com doentes, colegas e outros profissionais. 5. Capacidade de exposição pública de situações clínicas complexas, e justificação de opções terapêuticas tomadas. 6. Capacidade de escolha dos diferentes meios auxiliares de diagnóstico. 7. Desenvolvimento para a abordagem de doentes em fim de vida e comunicação com a família 8. Compreensão do que significa ser médico, da sua identidade e responsabilidade profissional, bem como dos valores e atitudes.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: