Dispositivos Médicos

Objectivos

Os dispositivos médicos têm cada vez maior impacto no diagnóstico e na terapêutica e movimentam custos muito superiores aos dos fármacos. Ao contrário do que acontece com os fármacos, os dispositivos não são ainda abordados de forma integrada durante o curso de medicina. A avaliação de benefício-risco dos dispositivos está  em profunda estruturação aproximando-se dos standards para os medicamentos e envolvendo necessariamente os médicos.  O objectivo geral é sensibilizar os futuros médicos para a importância da avaliação  dos dispositivos médicos e  da investigação  clínica nesta área. A UC estimulará também o trabalho interdisciplinar e a participação dos médicos na inovação em dispositivos.

 

No final da UC os alunos deverão saber:

1.      Definir tecnologias de saúde

2.      Classificar os dispositivos

3.      Explicar o caráter  inovador e os desafios de dispositivos médicos em áreas específicas

4.      Dar exemplos da necessidade de intercâmbio disciplinar (informática, física, engenharia, etc) para o desenvolvimento e implementação de dispositivos na prática médica

5.      Listar os intervenientes  e descrever o processo de desenvolvimento e implementação dos diferentes grupos de dispositivos

6.      Descrever o circuito nas unidades de saúde dos dispositivos mais relevantes para o diagnóstico e terapêutica

7.      Discutir as perspectivas da indústria e da indústria na aprovação de um dispositivo  médico

Identificar  futuras oportunidades profissionais na área

Caracterização geral

Código

11232

Créditos

3

Professor responsável

Prof.ª Doutora Emília Monteiro

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

 

Bibliografia

A definir antes do início de cada sessão . O material utilizado nas  apresentações e outro de suporte será sempre disponibilizado na intranet da NMS antes do início das sessões.

Método de ensino

As sessões efectuadas na NMS|FCM têm carácter essencialmente expositivo seguida de aplicação a um caso concreto. As restantes incluem demonstração com “hands-on” de alguns componentes dos dispositivos.

O seminário (sessão 15) terá  um enquadramento teórico orientado por perguntas colocadas pelo moderador seguido de um debate com os alunos

Método de avaliação

No final de cada sessão será solicitado a cada aluno que identifique por escrito 3 aspectos que aprendeu na referida sessão.  Esta informação e a participação ativa nas aulas corresponderá a 20% da avaliação final

Apresentação e discussão de um trabalho  final que versará  sobre um dispositivo médico à escolha do aluno (80% da avaliação final). O trabalho deverá abordar, a classificação do DM,  a  justificação do seu carácter inovador, os passos que seguiu para ser aprovado, a investigação clínica para avaliar a sua eficácia e riscos  e as limitações que o dispositivo possui. A escolha do dispositivo deverá ser previamente aprovada pelo regente da UC.

A classificação final será a média ponderada dos 2 componentes (não há obrigatoriedade de uma classificação mínima em nenhum dos componentes).

A avaliação na 2ª época  e  na especial assenta nos mesmos componente da época regular.

Conteúdo

Aspectos organizativos da UC.
As tecnologias de saúde e os dispositivos médicos: conceitos e classificação.
Contextualização da evolução dos dispositivos médicos no exercício da Medicina
Novas perspectivas na carreira dos médicos. Digital Health e a adesão aos protocolos: o caso UpHill
A  inovação em dispositivos médicos. Exemplos de colaboração dos médicos com os doentes e outros profissionais  no desenvolvimento da inovação: o patient innovation  e a impressão 3D
O ciclo de vida dos dispositivos médicos e aspectos regulamentares
Avaliação da qualidade, eficácia, segurança. Especificidades dos estudos clínicos
Inteligência artificial aplicada ao diagnóstico: o caso SkinSoul
Os dispositivos que talvez devessem ser fármacos: exemplo do ácido hialurónico
A inovação e  os desafios  futuros aplicados a várias especialidades:
A anestesia geral (monitorização, administração de fármacos, via aérea, robótica)
Dispositivos médicos de monitorização à distância (e-health)
Dispositivos médicos em nefrologia 
Dispositivos médicos em ortopedia:
Implantes (60 min)
Inovação nos artrómetros (30min)
Dispositivos médicos na diabetes
Dispositivos médicos de intervenção
Abdomino-pélvica (CHULC) (26 alunos)
Neurorradiologia (CHULC) (12 alunos)
Neurocirurgia- Gamma knife  (CUF Infante Santo) (12 alunos)
Dispositivos em cardiologia (Hospital da Luz, 15 alunos)
A robótica aplicada à urologia  (Hospital da Luz,  15 alunos)
Dispositivos em cardiologia (Hospital Sta Marta, 20 alunos)
Critérios de seleção e circuitos dos dispositivos nas unidades de saúde
Seminário - Aprovação e comparticipação dos dispositivos médicos
A perspectiva da autoridade regulamentar
A perspectiva da industria dos dispositivos médicos
Discussão trabalhos dos alunos

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: