Regulação Celular

Objectivos

Os estudantes devem adquirir conhecimentos e conceitos essenciais sobre os diversos aspetos da regulação celular e a sua aplicação à investigação nas áreas das ciências da vida e da saúde. Os alunos devem ainda conhecer as principais abordagens experimentais utilizadas em investigação em diversas áreas da biologia celular e molecular.

Durante as aulas teóricas os alunos são expostos aos desenvolvimentos científicos mais recentes para cada um dos temas tratados incluindo a sua utilização nas publicações científicas mais recentes. Os alunos devem ainda saber identificar, para cada tema específico, os conceitos mais atuais e as principais questões emergentes.

Na componente prática os alunos devem adquirir os conhecimentos e competências que lhes permitam desenhar e executar com sucesso um protocolo que inclui diversas tarefas experimentais habituais em investigação biomédica e relacionadas com o tema das aulas teóricas.

 

Caracterização geral

Código

1091002

Créditos

10

Professor responsável

Helena Luisa de Araújo Vieira

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

N/a

Bibliografia

 

Método de ensino

Os conceitos fundamentais associados aos conteúdos programáticos são transmitidos através de aulas teóricas que decorrem paralelamente com aulas práticas nas quais o estudante desenvolve e aplica um protocolo experimental relacionado com os temas tratados nas aulas teóricas.

As aulas teóricas funcionam como uma série coerente de seminários proferidos por especialistas nacionais ou estrangeiros a trabalhar em Portugal. O programa das aulas teóricas é desenvolvido em colaboração com outros programas de mestrado ou doutoramento que incluam módulos de formação avançada semelhantes.

As aulas práticas decorrerão em laboratórios do CEDOC|FCM e serão sempre acompanhadas por investigadores desses laboratórios.

A avaliação consiste de um exame escrito (ponderação de 60% para a nota final), da avaliação do planeamento, desenho e execução do protocolo experimental (20% de ponderação para a nota final) e da avaliação da apresentação e discussão dos dados obtidos no trabalho experimental (20% de ponderação para a nota final).

 

Método de avaliação

A avaliação consiste de um exame escrito (ponderação de 60% para a nota final), da avaliação do planeamento, desenho e execução do protocolo experimental (20% de ponderação para a nota final) e da avaliação da apresentação e discussão dos dados obtidos no trabalho experimental (20% de ponderação para a nota final). O exame escrito terá 20 questões abertas e duração de 2h.

Conteúdo

Os alunos devem adquirir e aplicar, em contexto de investigação, conceitos fundamentais nas seguintes áreas da regulação celular:

Regulação da expressão genética e reparação de ADN (controlo da transcrição e pós transcrição);

Estrutura e função celular (citoesqueleto e movimento, adesão célula célula e célula matriz);

Tráfego intracelular (endocitose, exocitose, disfunção do tráfego intracelular e doença);

Sinalização celular (moléculas de sinalização e os seus recetores, tradução intracelular do sinal);

Biologia do desenvolvimento e diferenciação;

Regulação do ciclo celular;

Regeneração de órgãos e tecidos;

Regulação da morte celular;

Regulação da proteostase (degradação pelo proteassoma, lisossoma e reenrolamento de proteínas); Controlo de qualidade proteica e autofagia;

Estabilidade da conformação proteica e enrolamento incorreto;

Respostas redox da célula (stress oxidativo e sinalização por ROS);

Regulação mitocondrial da morte celular e do metabolismo celular.

Nas aulas práticas os alunos devem começar por desenhar um protocolo para uma tarefa experimental, relacionada com os temas.

 

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: