Princípios de Metodologia de Investigação e Estatística

Objectivos

Os alunos deverão ser capazes de:

- Compreender a epidemiologia das doenças mentais;

- Compreender os fatores biológicos e não biológicos que contribuem para a doença mental e bem-estar;

- Desenvolver competências na utilização de dados epidemiológicos no redesenho de serviços;

- Interpretar ensaios clínicos e as implicações para o tratamento e bem-estar;

- Formular uma hipótese nula;

- Criar a sua própria pergunta de investigação;

- Compreender a ética em investigação;

- Compreender a diferença entre a estatística paramétrica e não paramétrica;

- Aplicar dados estatísticos para informar a prestação de cuidados;

- Identificar a investigação de referência, revisões sistemáticas e meta-análise para informar a prática clínica;

- Identificar os elementos necessários para desenvolver pacotes de medida de cuidados primários de saúde.

Caracterização geral

Código

24505

Créditos

8

Professor responsável

Professor Doutor Fernando Miguel Teixeira Xavier

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

Nível médio de utilização de Língua Inglesa (compreensão e escrita).

Bibliografia

- Altman DG. Practical statistics for medical reseach. London: Chapman & Hall, 1991;

- Sackett DL, Hayes RB, Guyatt GH, Tugwell P. Clinical epidemiology. A basic science for clinical medicine (2nd Edition). New York: Little, Brown & Company, 1991.

Método de ensino

UC baseada em:

- Palestras

- Seminários presenciais

- Trabalho de grupo

- E-discussão

- E-learning

- Registo de aprendizagem pessoal

- Feedback dos colegas

- Auto-avaliação

- Investigação / auditoria / projeto de redesenho de serviços.

A aprendizagem reflexiva e entre pares será apoiada por palestras; seminários presenciais e trabalho em grupo serão usados para rever diretrizes baseadas em evidência, consolidar a aprendizagem e desenvolver capacidades.

Os alunos irão ainda comparar-se com práticas de referência.

Os alunos terão acesso a uma plataforma eletrónica para acesso a apontamentos, apresentações, materiais de leitura, de auto-avaliação e de pré- e pós-aprendizagem; e a um fórum de discussão online.

Os participantes deverão completar trabalhos práticos em casa, incluindo através de discussão baseada em casos. Irão ainda manter um registo de aprendizagem pessoal.

Método de avaliação

Auto-avaliação (25%), avaliação por pares (25%), avaliação por coordenadores (50%).

Conteúdo

O programa consiste em:

1. Conceitos epidemiológicos básicos: epidemiologia da doença mental, fatores biológicos e não biológicos que contribuem para a doença mental e o bem-estar, o uso de dados epidemiológicos no redesenho de serviços;

2. Ensaios clínicos: interpretação de ensaios clínicos; implicações para o tratamento e bem-estar;

3. Formulação de hipóteses: a hipótese nula, design de perguntas de investigação, ética em pesquisa;

4. Estatística: diferença entre estatística paramétrica e não paramétrica, uso de dados estatísticos para informar a prestação de cuidados;

5. Avaliação crítica, revisão sistemática e meta-análise: a investigação de referência e revisão de literatura para informar a prática clínica, evidência necessária para o desenvolvimento de pacotes de medidas em cuidados primários.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: