Biomedicina Integrativa

Objectivos

Esta disciplina pretende dar ao estudante uma visão integrada e aprofundada do conhecimento atual dos mecanismos de doenças, em particular crónicas e degenerativas, assim como de algumas doenças raras. Uma abordagem integrativa será utilizada para estudar a evolução, biologia e mecanismo de ação. Para além do estudo das bases fisiológicas que estão envolvidos em cada doença; esta unidade curricular também abordará a metodologia e os instrumentos utilizados na investigação científica atual, tais como os modelos experimentais (in vitro e modelos animais) como complemento ao uso de amostras humanas de pacientes. Será transmitida a importância da investigação experimental aplicada com o objetivo de desenvolver novas abordagens terapêuticas. Dar-se-á relevância à importância da interação/comunicação entre a investigação fundamental, translacional e clínica. De forma a cumprir estes objetivos, os docentes responsáveis pela unidade curricular serão investigadores ativos.

Caracterização geral

Código

101260

Créditos

6

Professor responsável

António Jacinto

Horas

Semanais - A disponibilizar brevemente

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Inglês

Pré-requisitos

 

Bibliografia

· Molecular Biology of the Cell. B. Alberts et al., (2008), 5th Edition, Garland Science Publishing.

ISBN: 978-0815341116

 · Essential Concepts in Molecular Pathology. William Coleman and Gregory Tsongalis (2010) ELSEVIER.

ISBN: 978-0-12-374418-0

 

Método de ensino

As aulas consistirão principalmente em palestras e seminários de investigação, sendo disponibilizados aos alunos todos os slides utilizados nas mesmas.

Os alunos também realizarão trabalhos práticos para melhor compreenderem e visualizarem as metodologias de trabalho e investigação em biomedicina. Os alunos deverão apresentar e discutir artigos científicos diversos, fornecidos pelo docente. Os alunos também serão desafiados a escrever um mini projeto de investigação a partir de um conjunto de artigos fornecidos pelo docente e deverão propor trabalho científico para continuar a desenvolver a área.

A avaliação será feita com base na performance dos alunos na apresentação de um artigo científico e discussão do mesmo com os colegas (40%), na redação da sinopse de um projeto científico (40%) e na participação ativa na discussão durante as aulas (20%).

 

Método de avaliação

A avaliação será feita com base na performance dos alunos na apresentação de um artigo científico e discussão do mesmo com os colegas (40%), na redação da sinopse de um projeto científico (40%) e na participação ativa na discussão durante as aulas (20%).

Conteúdo

O conteúdo programático terá como base o estudo de diversas patologias que serão abordadas nas suas várias vertentes e perspetivas, incluindo os mecanismos genéticos, bioquímicos e celulares, a base fisiológica das doenças; e o uso de modelos experimentais tais como cultura celular, modelos animais, ou modelos matemáticos. Serão abordados os seguintes grupos de doenças e terapias avançadas:

·      Doenças metabólicas;

·      Doenças vasculares;

·      Doenças inflamatórias e autoimunes;

·      Doenças neurodegenerativas;

·      Cancro;

·      Doenças raras lisossomais;

·      Doenças raras ciliopáticas;

·      Terapias celulares;

·      Terapias génicas.

 

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: