Seminário de Especialidade em Comunicação e Ciências Sociais - 2. semestre

Objectivos

Aprofundar os estudos na área interdisciplinar das ciências sociais, tendo como horizonte um
questionamento científico da comunicação, enquanto fenómeno relacional, intersubjectivo e
multifacetado.

Caracterização geral

Código

73201105

Créditos

10

Professor responsável

Cristina Ponte, Francisco Rui Cádima

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

− J. Bohman (1996) Public deliberation, Cambridge, Mit Press.
− Honneth (1995) The fragmented world of the social, NY State University, NYPress
− J. Habermas (1992) Facticidad y validez, Madrid, Trotta.
− J. Pissarra Esteves (2003) Espaço público e democracia, Lisboa, Colibri.
− J. Pissarra Esteves (org.) (2008) Comunicação e identidades sociais, Lisboa, Livros Horizonte.

Método de ensino

As metodologias de ensino do seminário enquadram-se desde logo, num plano expositivo, no
enquadramento dos conteúdos programáticos por parte do docente e nas leituras de textos e
na discussão das temáticas propostas por parte dos alunos. É dada importância relevante ao
envolvimento dos estudantes nas dimensões reflexivas e de investigação, procurando-se
acompanhar esse trajecto tendo por objectivo um domínio dos conteúdos programáticos e uma
capacitação crítica de excelência por parte do aluno face aos objectivos centrais da unidade curricular.

Método de avaliação

Os alunos realizarão uma apresentação oral dos seus trabalhos (planos e relatórios de pesquisa); estes trabalhos contarão com um acompanhamento individualizado por parte do docente.

Conteúdo

O estudo da relação espaço público/democracia no contexto das sociedades contemporâneas
visa estabelecer algumas linhas fundamentais de pesquisa comunicacional.
As sociedades complexas e as culturas pluralistas são problematizadas nas suas vertentes de
um espaço público e opinião pública fragmentados, os novos movimentos e identidades sociais e uma complexa estruturação do poder.
Estas diferentes realidades serão estudadas numa dupla perspectiva comunicacional: 1.
comunicação como objecto/campo de estudo; e 2. comunicação como paradigma epistemológico de compreensão da realidade social (relações sociais fundadas na
intercompreensão).
Um olhar mais atento ao fenómeno emergente das novas redes digitais permite recolocar a
questão primordial deste programa de estudos: significado das possibilidades políticas que se
abrem a uma sociedade civil mais radicalmente deliberativa com estas novas estruturas de
troca e fluxos de comunicação e informações.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: