Seminário de Especialidade em Etnomusicologia - 2. semestre

Objectivos


Este seminário tem como objectivo teorizar o património musical enquanto prática cultural, tendo em conta o impacte do paradigma do Património Cultural Imaterial forjado pela UNESCO e aplicado através do programa Obras Primas do Património Cultural Oral e Imaterial da Humanidade (2001, 2003 e 2005) e da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial (2003). O seminário foca igualmente o impacte dos programas da UNESCO sobre os regimes patrimoniais e as políticas do Estado. Tendo em conta a literatura multidisciplinar sobre o património cultural, o seminário problematiza o conceito de “património”, analisa os discursos e as práticas em torno do património enquanto fenómeno global e discute o lugar do património na modernidade tardia. Aborda igualmente as questões que se prendem com os direitos culturais e a salvaguarda.



Caracterização geral

Código

73202103

Créditos

10

Professor responsável

Salwa Castelo Branco

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

Bendix, Regina. 2009. “Heritage between Economy and Politics: An Assessment from the Perspective of Cultural Anthropology.” In Smith, Laurajane and Natsuko Akagawa (eds.) Intangible Heritage, 253-69. New York: Routledge.
Blake, Janet. 2000. “On Defining the Cultural Heritage,” International and Comparative Law Quarterly, 49: 61–85.
Hall, Steward. 2005. “Whose Heritage? Un-settling ‘the Heritage’, Re-imagining the post- Nation,” in Littler, Jo and Roshi Naidoo, The Politics of Heritage, The Legacies of Race. London and New York: Routledge. E-Book.
Harrison, Rodney. 2013. Heritage Critical Approaches. Abington: Routledge. [R] Kirshenblatt-Gimblett. Barbara. 1995. “Theorizing heritage,” Ethnomusicology 39 (3): 367– 380.

Kirshenblatt-Gimblett. Barbara. 2004. “Intangible Heritage as Metacultural Production”, Museum International 56 (1-2), 52-65.







Método de ensino

Além da exposição pela docente, das apresentações pelos doutornados e da discussão no âmbito do seminário, esta UC inclui o acompanhamento tutorial, permitindo a cada doutorando oportunidades para discutir as suas necessidades investigativas, os seus interesses e a orientação a imprimir ao seu trabalho.



Método de avaliação

A avaliação é realizada através de:

. Avaliação continua da participação nas aulas (20%)
. Recensões críticas apresentadas oralmente na aula (30%)
. Ensaio escrito entregue no final do semestre (50%)


Conteúdo

Focando estudos de caso, com especial referência aos países lusófonos, o seminário aborda: o uso do património como ferramenta política e recurso económico e examina: a legislação; a política cultural e o investimento do estado na salvaguarda e na promoção do património; as tenções entre a revindicação da universalidade das práticas patrimoniais e as perspectivas nacionais, regionais, étnicas e indígenas; os usos do património pela indústria do turismo; o desenvolvimento das indústrias do património; o impacte da patrimonialização sobre a sustentabilidade das tradições musicias e das práticas performativas.