Seminário de Especialidade em Ontologia e Filosofia da Natureza - 2. semestre

Objectivos

Desenvolver uma compreensão aprofundada e sistemática
a) do sentido e da especificidade da O. e da F.d.N. como componentes fundamentais da tradição filosófica e domínios de investigação \"vivos\";
b) da pertinência da O. e da F.d.N como formas de saber em falta (zêtoumenai epistêmai);
c) da articulação entre elas e as restantes disciplinas filosóficas;
d) da articulação entre elas e as disciplinas científicas;
e) da multiplicidade de abordagens que foram desenvolvidas na tentativa de dar resposta aos seus problemas;
f) do problema da eventual impossibilidade da constituição da O. e da F.d.N. como ciências, do seu significado e das suas consequências;
g) de conceitos e problemas fundamentais nestas duas áreas.;
Desenvolver uma elevada capacidade de
h) analisar, comparar, criticar e usar esses conceitos e tratar esses problemas de forma autónoma e rigorosa;
i) interpretar e discutir autonomamente concepções ou teses e realizar investigação rigorosa e de alto nível nestas áreas;

Caracterização geral

Código

73203109

Créditos

10

Professor responsável

Mário Jorge Carvalho

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n/a

Bibliografia

Hegel, G. W. F. (1980). Phänomenologie des Geistes, ed. W. Bonsiepen et al., Gesammelte Werke, Rheinisch-Westfälische Akad. der Wiss., 9. Hamburg: Meiner
- (1970) Phänomenologie des Geistes, Werke, 3. Frankfurt a. M.: Suhrkamp
- (2011). Phänomenologie des Geistes, ed. H.-F.Wessels/H. Clairmont, Hamburg, Meiner
- (1966). Phenomenology of Mind, tr. J. B. Baillie. London: Allen & Unwin
- (1978). Phenomenology of Spirit, tr. A. Miller/J. N. Findlay. Oxford, O.U.P.
- (2002). Phénoménologie de l´esprit, trad. G. Jarczyk/P.-J. Labarrière. Paris: Gallimard,
- (1992). Phénoménologie de l´esprit, trad. J. Hyppolite. Paris: Aubier
- (2006) Phénoménologie de l´esprit, tr. B. Bourgeois. Paris: Vrin
- (2012) Phénoménologie de l´esprit, tr. J.-P.Lefebvre. Paris: Flammarion,
- (1973). Fenomenologia dello spirito, tr. E. De Negri. Firenze: La Nuova Italia
- (1997). Fenomenologia dello spirito, tr. V. Cicero. Milano:CDE
- (2009).Fenomenología del Espíritu,tr.M.Jiménez Redondo.Valencia:Pre-textos

Método de ensino

Unidade curricular de carácter teórico-prático.
Regime de Seminário.
Leitura, interpretação e comentário dos três primeiros capítulos da Phänomenologie des Geistes. Análise e discussão de questões de interpretação, bem como de teses e problemas em causa no texto estudado.
As metodologias de ensino combinam a) uma análise exaustiva do texto (das suas diferentes partes, da respectiva conexão, do nexo com outras componentes da Phänomenologie des geistes e do corpus hegelianum), b) a análise teórica de problemas filosóficos e c) a discussão de teses alternativas, objecções, contra-exemplos, etc.

Método de avaliação

Avaliação individual. Elaboração de um trabalho escrito de investigação, com cerca de 20 páginas, sobre tema combinado com o Docente, e discussão desse trabalho (3/4). Participação nas sessões do seminário – intervenções orais (1/4).

Conteúdo

Hegel como pedra de toque
Este seminário está centrado na Phänomenologie des Geistes de Hegel, em particular nos três capítulos da sua análise daquilo a que chama “Bewusstsein”. Estes capítulos constituem um sério desafio a todas as outras concepções no campo da Ontologia e da Filosofia da Natureza. O propósito é discutir esse desafio. Que espécie de “ameaça” é que a análise hegeliana da consciência – tanto cada um dos seus passos quanto o seu resultado final – representa para outras concepções metodológicas e doutrinais? E estão essas outras concepções no campo da Ontologia e da Filosofia da Natureza em condições de resistir eficazmente ao poder dissolvente da dialéctica de Hegel? Põem-se, portanto, duas tarefas principais: a) analisar a fundo o texto de Hegel, b) discutir se outras concepções resistem à prova de fogo do peculiar tipo de instabilidade dos conceitos (poder-se-ia talvez falar de “entropia dos conceitos”) que está em causa nas análises de Hegel.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: