Contextos Etnográficos (árabes e islâmicos) - 2. semestre

Objectivos

1. Análise histórica e contemporânea das principais áreas fundamentais de teorização da antropologia nos contextos árabes/islâmicos 2. Iniciação histórica e etnográfica aos contextos árabes/islâmicos 3. Aplicação dos modelos de leitura antropológica para interpretação dos dados etnográficos sobre os contextos em causa 4. Introdução aos grandes debates culturais contemporâneos 5. Aquisição de ferramenta conceptual que permita a análise crítica de certos fenómenos da contemporaneidade relacionados com os mesmos contextos 6. Introdução à investigação sobre temáticas relativas aos contextos em causa..

Caracterização geral

Código

711001020

Créditos

6

Professor responsável

Maria Cardeira Silva

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem.

Bibliografia

Abu-Lughod, L., 1989. “Zones of Theory in the Anthropology of the Arab World”, Annual Review of Anthropology, 18: 267-306. Bourdieu, P., 2002 [1972]. Esboço de uma teoria da prática. Precedido de três estudos de etnologia Kabila. Oeiras: Celta. Deed, L. & J. Winegar, 2015. Anthropology´s Politics: Disciplining the Middle East. Palo Alto: Stanford U. Press. Eickelman, D., 1998. The Middle East. An Anthropological Approach. N. Jersey: Prentice Hall. Haenni,P., 2005. L’Islam de marché. Paris: Seuil. Mahmood, S., 2006. “Teoria Feminista, Agência e Sujeito Liberatório: Algumas Reflexões sobre o Revivalismo Islâmico no Egipto” Etnográfica, 10 (1): 121-158 Mahmood, M., 2002, \"Good Muslim, Bad Muslim: A Political Perspective on Culture and Terrorism\", American Anthropologist, 104 (3): 766-775 Vakil, A., 2004. “Do Outro ao Diverso Islão e Muçulmanos em Portugal: história, discursos, identidades”, Rev. Lusófona C. das Religiões, 5/6: 283-312 Said, E., 1978. Orientalism. NY: Vintage Books.

Método de ensino

A cadeira funciona em regime de seminário. Serão alternados momentos de enquadramento teórico com sessões temáticas de discussão em torno de textos, filmes e estudos de caso apresentados pelos alunos para cada um dos módulos temáticos. A participação dos alunos será imprescindível e avaliada de acordo com calendário pré-definido. O ritmo de trabalho obrigará à leitura de, pelo menos, um texto para cada aula, para além da leitura progressiva das obras consideradas de formação teórica geral.

Método de avaliação

A avaliação contemplará: a) a participação regular nos debates temáticos; b) a elaboração de um teste intermédio; c) a elaboração de um teste final (40%)

Conteúdo

I. Conceitos elementares para a compreensão dos acervos culturais dos contextos árabes e islâmicos I.a. Médio Oriente, Próximo Oriente, Magrebe, e arabidade I.b. Expansão cultural e histórica árabe/islâmica I.c. Huntington versus Said I.d. Conceitos básicos do Islão enquanto religião II.Etnografias do M. Oriente e do N. de África II.a. A construção colonial da medina II.b. Quotidianos em meio urbano II.c. Homens e mulheres: género, sexualidade e honra II.d. Segmentaridade, casamento, parentesco, e vizinhança e amizade III. Prática e áreas fundamentais de teorização da antropologia III.a. O escândalo da filha do tio paterno III.b. A antropologia do Mediterrâneo revisitada III.c. O debate em torno da segmentaridade III.d. Género e Feminismo. IV.Expressões sociais e culturais do pós-colonialismo e transnacionalismos IV.a. Globalismos e movimentos revivalistas IV b.O Islão de Mercado. IV.c. Migração, diáspora e ‘Islão europeu’

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: