Teorias Sócio-Antropológicas - 2. semestre

Objectivos

Os estudantes adquirem conhecimentos sobre vários autores clássicos das ciências sociais e as suas teorias a partir das quais são encorajados a reflectir sobre as condições e processos de emergência, reprodução, reinterpretação e transformação das teorias em ciências sociais e nas diferentes perspectivas de abordagem da sociedade. Em contraponto, questionar o senso comum permite aos estudantes compreender a necessidade da reflexão e o debate de ideias na aquisição de conhecimentos. A articulação com outras UC torna óbvia a articulação entre estes conteúdos e o resto do curso.

Caracterização geral

Código

711001044

Créditos

6

Professor responsável

-- Docente a contratar --, Maria Filomena Silvano

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem.

Bibliografia

BOURDIEU, Pierre (1999[1998]) A Dominação Masculina, Oeiras, Celta Editora
DURKHEIM. Émile (1984[1901]) As Regras do Método Sociológico. (2ª Edição). Lisboa: Presença.
FOUCAULT, Michel. (1998[1975]) Os corpos dóceis. in Vigiar e Punir. Petrópolis: Editora Vozes.
GIDDENS, Anthony (2005[1972]) Capitalismo e Moderna Teoria Social, (6ª Edição), Lisboa, Editorial Presença
GOFFMAN, Erving. (1993[1959]) A Apresentação do Eu na Vida de Todos os Dias. Lisboa: Relógio d’Água
MARX, Karl; ENGELS, Freidrich. (1975[1848]). Manifesto do Partido Comunista. Lisboa: Seara Vermelha.
WEBER, Max. (1996[1905]). A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo. (4ª Edição). Lisboa: Presença

Método de ensino

As aulas compõem-se de uma apresentação pela docente dos autores e respectivas obras e a sugestão de leituras que servem de base para a discussão. Encoraja-se o debate e o espírito crítico. Em termos quantitativos a parte expositiva corresponde a cerca de 50% das aulas.

Método de avaliação

Os alunos debatem os textos nas aulas o que corresponde a 20% da avaliação que se completa com 2 testes (40% cada).

Conteúdo

A disciplina de Teorias Sócio-antropológicas é pensada para a formação de uma base teórica em ciências sociais. Autores basilares como Marx & Engels, Durkheim e Weber são o ponto de partida para temas que são debatidos por autores mais recentes como Bourdieu, Foucault e Goffman.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: