Laboratório de Antropologia - 1. semestre

Objectivos

A unidade curricular pretende posicionar os estudantes finalistas de Antropologia nas múltiplas configurações e perspetivas da disciplina, no âmbito da profissionalização, da investigação e da participação na esfera pública. Pretende-se nomeadamente que os estudantes:
a) adquiram familiaridade com áreas temáticas e pesquisas desenvolvidas nos 2.º e 3.º ciclos em Antropologia, mediante partilha de experiências por parte de diferentes investigadores;
b) desenvolvam conhecimentos sobre as tendências de pesquisa e as atividades desenvolvidas pelos centros de investigação em Antropologia, com recurso a casos concretos;
c) experimentem uma aproximação a experiências profissionais desenvolvidas em instituições públicas e privadas, tais como autarquias, ONGs humanitárias e de ajuda ao desenvolvimento, museus e instituições da cultura, do património e do turismo, etc.

Caracterização geral

Código

711001067

Créditos

6

Professor responsável

Amélia Frazão Moreira

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Angrosino & McCurdy et al. 2005. The Cultural Experience: Ethnography in Complex Society. Long Grove: Waveland Press
Barley, Nigel. 2000 [1983]. The Innocent Anthropologist: Notes from a Mud Hut. Long Grove: Waveland Press
Behar, Ruth. 1996. The Vulnerable Observer. Boston: Beacon Press
Crane, Julia e Angrosino, V. 1992. Field Projects in Anthropology: A Student Handbook.Long Grove: Waveland Press
Eriksen, Thomas Hylland. 2006. Engaging Anthropology. The Case for a Public Presence. New York : Berg.
Ervin, Alexander. 2005 [2000]. Applied Anthropology. Tools and Perspectives for Contemporary Practice. Boston, New York, San Francisco: Pearson.
Mosse, David. 2011. Adventures in Aidland: The Anthropology of Professionals in International Development. Oxford, New York: Berghahn Books
Pink, Sarah. 2006. Applications of Anthropology: Professional Anthropology in the Twenty-first century. Oxford, New York: Berghahn Books
Strang, Veronica. 2009. What Anthropologists do. New York: Berg
Van Maanen, John. 2011 [2008]. Tales of the Field: On Writing Ethnography (2nd Ed), Chicago: University of Chicago Press

Método de ensino

A U.C. é orientada segundo uma metodologia teórico-prática, motivando a interação com os estudantes e o debate em torno de ideias-chave e estudos casos relativos aos diferentes conteúdos programáticos. A U.C. contempla, em paralelo, uma componente de seminário, organizado sob a forma de exposições por participantes convidados, no âmbito da investigação, da atividade profissional e do ensino/formação.

Método de avaliação

A avaliação é constituída por uma prova escrita (40% da nota final) e por um ensaio (60% da nota final), com um máximo de 10 páginas (incluindo bibliografia) sobre um mínimo de três sessões realizadas por antropólogos convidados.

Conteúdo

1. Ser antropólogo, fazer Antropologia
2. Investigação em Antropologia
2.1. Tendências e problemáticas contemporâneas
2.2. Centros de Investigação em Antropologia
2.3. As revistas científicas de Antropologia
3. Experiências profissionais em Antropologia: patrimónios, direitos, diversidades
3.1. Transferências do conhecimento antropológico
3.2. Organizações governamentais
3.3. Organizações não-governamentais

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: