Materiais Arqueológicos - 1. semestre

Objectivos

1. Ter a noção de ecofacto e artefacto, os seus contextos e a importância de cada um para a caracterização das sociedades humanas.
2. Ter noções de conservação, registo e listagem de atributos pertinentes. A análise macroscópica e outros métodos para a caracterização de espólios.
3. Possuir conhecimentos básicos tendo em vista saber distinguir as matérias-primas e os processos de produção ou de transformação, nomeadamente cadeias operatórias e tecnologias utilizadas.

Caracterização geral

Código

711051087

Créditos

3

Professor responsável

Docente a definir

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português com apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

BOAVENTURA; R., ed. (2003) - Conservar em Arqueologia. Porto: APA-Associação Profissional de Arqueólogos.
CARO, A. (2002) – Ensayo sobre cerâmica en Arqueología. Sevilla: Ed. Agrija.
ORTON, C.; TYERS, P.; VINCE, A. (1987) - Pottery in Archaeology. Cambridge: Cambridge University Press.
RICE, P. M. (1987) - Pottery analysis. A sourcebook. Chicago: University of Chicago Press.
TIXIER, J.; INIZAN, M.-L.; ROCHE, H. (1980) - Préhistoire de la pierre taillée. Vol. I (Terminologie et technologie). Antibes: Cercle de Recherches et d´Études Préhistorique.
CAMPS, G. (1979) - Manuel de Recherche Préhistorique. Paris: Doin Éditeurs,.
SHEPARD, A.O. (1956) - Ceramics for the Archaeologist. Washington: Carnegie Institution of Washington (Publication; 609).

Método de ensino

Apresentação por parte do docente de dados tecnológicos e tipológicos através da análise de materiais arqueológicos e na análise em aula das colecções por parte dos discentes. As aulas serão ministradas no Laboratório de Arqueologia. Irão ser realizadas visitas a depósitos arqueológicos e ao laboratório de Arqueociências do MC.
Ensino presencial

Método de avaliação

Teste escrito (em aula): 50%
Teste escrito (em aula): 50%

Conteúdo

1. Introdução
2. Materiais líticos
2.1. A utilização de materiais líticos
2.2. Análise tecnológica
2.2.1.Terminologia básica
2.2.2. Conceito de «cadeia operatória»
2.3. Remontagens, reconstituições e talhe experimental
2.4. Análise tipológica
2.5. Proveniência de matérias-primas
3. Introdução à Geologia Geral e à análise arqueométrica em cerâmica com lupa binocular
3.1. As principais rochas e processos de formação
3.2. Os principais minerais e suas relações com a “pasta cerâmica”
4. Cerâmica
4.1. Análise tecnológica - materiais, fabricos, cozedura, tratamentos de superfície
4.2. Análise tipológica - formas, meios de preensão, decorações
5. Outros materiais arqueológicos
5.1. Metais. Tecnologias e tipologias
5.2. Outras classes artefactuais
5.2.1. Matérias-primas de origem animal
5.2.2 Vidro e terracota
5.3. Ecofactos
5.3.1. Restos faunísticos e humanos
5.3.2. Carvões e macro-restos vegetais
6. Noções básicas de inventário, conservação e restauro de materiais arqueológicos.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: