Licenciatura em Ciências da Comunicação

Objetivos educativos

1) Possuir formação teórica e metodológica atualizada na área das Ciências da Comunicação;
2) Compreender criticamente o mundo, em especial nas questões relacionadas com o fenómeno da comunicação;
3) Desenvolver competências para a realização de trabalhos teóricos e/ou práticos no campo das Ciências da Comunicação;
4) Conhecer as diversas realidades e possibilidades profissionais na área do curso;
5) Conhecer os conceitos, as ferramentas e as metodologias necessárias ao exercício profissional nas diferentes áreas da comunicação, designadamente:
a) No jornalismo e na comunicação social,
b) No cinema, televisão e audiovisual,
c) Na comunicação estratégica e política,
d) Nas relações públicas,
e) No campo da produção, gestão e programação artística e cultural.
6) Ser capaz de realizar projetos inovadores e experimentais na área de conhecimento do curso;
7) Ser capaz de perspetivar o seu desenvolvimento pessoal em articulação com a natureza das matérias cientificamente relevantes no contexto das Ciências da Comunicação.

Caracterização geral

Código

4004

Ciclo

Licenciatura (1.º Ciclo)

Grau

Licenciado

Acesso a outros cursos

Dá acesso a ciclos de estudos de nível avançado (2.º ciclo e 3.º ciclo) e a cursos de pós-graduação não conferentes de grau.
Saídas Profissionais:
1. Jornalismo;
2. Relações Públicas;
3. Marketing e Publicidade;
4. Comunicação e Cultura (crítica cultural, assessoria, audiovisual e media interativos);
5. Cinema (crítica, realização e guionismo);
6. Consultoria e Comunicação;
7. Investigação e Ensino.

Coordenador

Graça Rocha Simões

Data de abertura

Setembro de 2019

Número de vagas

80

Propinas

Brevemente disponível

Horários

(consultar o horário em http://www.fcsh.unl.pt/ensino/licenciaturas)

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Duração: 3 anos/6 semestres.
O aluno tem que realizar 180 créditos: 120 créditos realizados no programa de unidades curriculares obrigatórias, 30 créditos do quadro de opções condicionadas e 30 créditos realizados em opções livres ou num minor de uma outra área científica. Semestralmente, o aluno não se deve inscrever em mais de 30 créditos, respeitando as precedências quando estas tiverem sido definidas. No início de cada semestre, o aluno será aconselhado sobre as unidades curriculares a realizar, mais adequadas ao seu percurso académico.
Os alunos de licenciatura podem ainda beneficiar dos distintos programas de mobilidade em que a FCSH/NOVA participa como Erasmus+, Almeida Garrett, entre outros, e participar em trabalhos de investigação no âmbito das unidades de investigação que integram a Faculdade.
O grau de licenciado corresponde ao nível 6 do QNQ/QEQ - Quadro Nacional de Qualificações/Quadro Europeu de Qualificações.

Condições de acesso

O ingresso no curso pode ser efetuado através do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, dos Regimes Especiais, dos Concursos Especiais de Acesso (M23) ou dos Regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência. Para se candidatarem ao ensino superior através do Concurso Nacional de Acesso, os estudantes devem satisfazer as condições descritas pela Direção-Geral do Ensino Superior. Consultar http://www.dges.gov.pt/guias/?plid=593 Estudante Internacional: http://fcsh.unl.pt/internacional/admissoes

Regras de avaliação

Regulamento de Avaliação disponível na intranet. Sistema de classificação: os estudantes da FCSH/NOVA são avaliados com base no trabalho desenvolvido ao longo de um semestre, tendo por base a participação nas aulas, a apresentação de trabalhos escritos e orais, os testes e os exames. O resultado obtido, quer através da avaliação contínua, quer da avaliação por exames, é expresso numa escala de 0 a 20. Para ser aprovado há que ter no mínimo 10 valores, porém, os estudantes que reprovam têm uma segunda oportunidade para repetir os exames. Exame de Recurso: Tem acesso ao exame ou avaliação de recurso qualquer estudante de 1° ou de 2° ciclos que tenha obtido a nota mínima de oito valores por arredondamento na nota final da unidade curricular. REGIMES ESPECIAIS DE AVALIAÇÃO: - Trabalhador-estudante - Estudantes com estatuto de atletas de alta competição - Mães e pais estudantes - Dirigentes associativos - Militares - Outros regimes especiais previstos legalmente. Os estudantes com necessidades educativas especiais podem beneficiar de condições de ensino-aprendizagem adaptados às suas necessidades.