Sistémica e Modelos da Informação - 1. e 2. semestre

Objectivos

O objectivo fundamental da disciplina é o de conferir competências (sistémicas e instrumentais) que permitam assimilar a relevância dos contributos das teorias da informação, da cibernética e dos sistemas para a compreensão do fenómeno comunicacional, nas suas vertentes técnica, interpessoal, grupal e societal.
Ao concluir a disciplina, o aluno deverá:
a) Possuir um elevado grau de familiarização com os mais importantes precursores, modelos e teorias formais que têm a informação como conceito central;
b) Possuir um elevado grau de familiarização com os mais recentes desenvolvimentos derivados dos do ponto anterior;
c) Ser capaz de reflectir sobre a aplicabilidade dos conceitos, modelos e teorias anteriormente analisados, nomeadamente ao estudo da comunicação humana (interindividual, grupal e social).

Caracterização geral

Código

711011043

Créditos

6

Professor responsável

Graça Rocha Simões

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português com apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

n.a

Bibliografia

Bertalanffy, L. (2006). Teoria Geral dos Sistemas. Petrópolis: Editora Vozes (1968).
Capra, F. (1996). A Teia da Vida – Uma Nova Compreensão Científica dos Sistemas Vivos. São Paulo: Editora Cultrix.
Easton, D. (1975). Categorias para uma análise sistemática da política. Em P. Birnbaum & F. Chazel (Eds.), Sociologia Política. Lisboa: Presença.
Gleick, J. (2012). Informação – Uma história, uma teoria, um dilúvio. Lisboa: Temas e Debates.
Kast, F. E. & Rosenzweig, J. E. (1985). Organization & Management - A Systems and Contingency Approach. NY: McGraw Hill Book Company.
Luhmann, N. (2009). Introdução à Teoria dos Sistemas. Petrópolis: Editora Vozes.
Silva, P.(2007). A Cibernética – Onde os reinos se fundem. Lisboa: Edições quasi.
Weaver, W & Shannon, C. (1963). The Mathematical Theory of Communication. University of Illinois Press. (1948)
Wiener, N. (1984). Cibernética e Sociedade: O Uso Humano de Seres Humanos. São Paulo: Cultrix. (1949)

Método de ensino

Ensino presencial.
O Método de Ensino é, no essencial, expositivo (70%) , complementado, sempre que possível, ao recurso de conteúdos da internet para sublinhar, esclarecer e exemplificar teorias, conceitos e formas de abordagem sistémica. A plataforma Moodle é um recurso de apoio indispensável.

Método de avaliação

- Um trabalho (2000 - 2500 palavras) sobre tema a escolher em cada ano lectivo, de entre lista de temas definidos pela docente, entregue em papel e em versão digital, e com apresentação oral obrigatória em aula. A data de entrega do trabalho é definida semestre a semestre (50% da nota final).
- Um exame de avaliação escrita presencial em data a definir semestre a semestre (50% da nota final). Ambas as provas são obrigatórias.





Conteúdo

1.A Teoria Matemática da Comunicação (Claude Shannon). O conceito de Informação e Entropia (1)
2.Noções básicas da Cibernética (Norbert Wiener). O conceito de informação e Entropia (2)
3.A Teoria do Sistema Geral (Ludwig von Bertalanffy).
4. A abordagem e o pensamento sistémico: modelização, aplicabilidade e limites.
5.Ciências Sociais e sistémica: aplicabilidade das teorias sistémicas à complexidade social (i.e. O Sistema Político de David Easton; as Organizações de Kast e de Rosenzweig).