Análise e Teoria Musical - de 1950 à Actualidade - 1. semestre

Objectivos

a) Desenvolver competências técnicas e conceptuais na área da Análise Musical das músicas após a 2a Guerra Mundial, assim como competências de prática de trabalho analítico de música recente;
b) Conhecer as principais correntes do pensamento teórico-musical no período considerado contextualizando os fenómenos musicais emergidos no período estudado nos seus aspectos tecnológico, sociológico e estético ;
c) Ser capaz de reflectir e discutir, através da prática de análise musical, os paradigmas de composição musical surgidos a partir da 2a metade do sec. XX e conhecer as principais técnicas de composição emergentes no período estudado, assim como compositores e obras de relevo tendo em consideração as práticas composicionais e performativas inerentes.
d) Desenvolver capacidades auditivas de análise musical de música não tonal.

Caracterização geral

Código

711021004

Créditos

6

Professor responsável

Isabel Pires

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português sem apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Embora não seja imprescindível, é aconselhável a frequência prévia de \"Análise e Teoria Musical - de 1890 a 1950\"

Bibliografia

BOSSEUR, Jean-Yves; MICHEL, Pierre. (2007) Musiques contemporaines : Perspectives analytiques (1950-1985). Paris. Minerve.
BOSSEUR, Jean-Yves. (1999) Révolutions musicales: La musique contemporaine depuis 1945. Paris. Minerve.
COHEN-LÉVINAS, Danielle. (2001) La Création après la Musique Contemporaine. Paris. L’Harmattan.
DELIÈGE, Célestin. (2003) Cinquante ans de modernité musicale: de Darmstadt à l´IRCAM. Bruxelles. Editions Mardaga.
Iddon, Martin (2013) New Music at Darmstadt: 
Nono, Stockhausen, Cage, and Boulez, NY, Cambridge University Press.
Paddison, Max. Deliège, Irène (2010) Contemporary Music. Theoretical Aand Philosophical Perspectives, Ashgate Publishing.

Método de ensino

Aulas teórico-práticas com realização regular de exercícios de aplicação das matérias dadas, a ser realizados fora da sala de aula.

Método de avaliação

Avaliação: Participação activa nas discussões temáticas desenvolvidas em sala de aula e realização regular e com sucesso de exercícios práticos propostos (60%). Realização de un trabalho escrito de análise musical por cada bloco de matéria dada (40%).
Dado o caracter prático das aulas, é obrigatória a presença do aluno em 80% de aulas.

Conteúdo

1. Abordagem aprofundada de correntes musicais surgidas a partir da Segunda Guerra Mundial, compositores e técnicas que lhe estão associadas; com especial incidência nas correntes seriais, espectrais incluindo o pós-espectralismo, \"novas simplicidades\" e \"novas complexidades\", técnicas fundadas no “som-em-si”.
2. Estudo aprofundado das técnicas e estéticas citadas através da prática da análise de um número restrito obras musicais representativas. Serão abordados os aspectos desencadeadores das novas técnicas de composição surgidas no período estudado assim como as diversas abordagens estéticas delas resultantes.
Será dada especial atenção à obra de compositores relevantes da segunda metade do século XX do como sejam Boulez, Berio, Stockhausen, Xenakis, Scelsi, Sciarrino, Lachenmann, Haas, Verrando, entre outros.
3. Serão apresentados novos paradigmas de análise musical surgidos nos anos mais recentes e aplicáveis tanto à análise de música instrumental como electroacústica ou mista.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: