Etnomusicologia: Pesquisa de Campo - 2. semestre

Objectivos

Ao concluir esta unidade o aluno é, no contexto da Etnomusicologia, capaz de:
a) Desenvolver um breve projecto de pesquisa, testando métodos e técnicas de campo;
b) Apontar e testar estratégias de recolha de informação e construção de dados para análise;
c) Testar organização/interpretação de dados de pesquisa de campo teoricamente enquadrada;
d) Discutir e testar problemas de escrita etnográfica enquadrada em literatura especializada.

Caracterização geral

Código

711021020

Créditos

6

Professor responsável

Maria de São José Côrte-Real

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Frequência e aprovação nas Unidades Curriculares de “Etnomusicologia: Introdução” e Etnomusicologia: Teoria e Método”.

Bibliografia

Barz, G. F. (2008). Confronting the Field(note) in and out of the Field. Barz & Cooley (Eds.) Shadows in the Field. New Perspectives for Fieldwork in Ethnomusicology. Oxford: OUP, 206-223.
Burgess, R. (1997). Métodos de Pesquisa de Terreno. A Pesquisa de Terreno. Oeiras: Celta Ed, 112-33.
Castelo-Branco, S. (2008). A categorização da música em Portugal. Ethno-Folk, Revista Galega de Etnomusicologia 12, 13-30.
Clifford J. & Marcus, G. E. (1986). Writing Culture: The Politics and Poetics of Ethnography. Berkeley: UCP.
Nettl, B. (2005). Come Back and See Me Next Tuesday: Essentials of Fieldwork. The Study of Ethnnomusicology: 31 - Issues and Concepts. Urbana: UIP, 150-166.
Porter, J. (1997). The Collection and Study of Traditional European Music. Garland Encyclopedia of World Music – Europe. Alexander Street Press, 16-28.
Rice, T. (2003). Time, Place and Metaphor in Musical Experience and Ethnography. Ethomusicology 47 (2), 151-179.

Método de ensino

Esta é uma unidade curricular de investigação e articula componente teórica (60%) e prática (40%), com trabalho de campo extra muros. Nos dois primeiros blocos prepara-se e realiza-se uma breve estadia de campo, para recolher informação para responder à questão de investigação, teoricamente enquadrada, entretanto proposta, e para testar as hipóteses previamente apresentadas. Nos dois últimos blocos procede-se ao tratamento dos dados, incluindo transcrição de entrevistas, e outros registos realizados, exercício de escrita de dois tipos de texto, respectivamente um relatório de organização de dados (texto 1) e um texto breve de escrita etnográfica (texto 2). Dado o carácter aberto e eminentemente pessoal da unidade podem acrescentar-se leituras e desenvolver-se trabalhos em torno de técnicas de campo diferentes.

Método de avaliação

A avaliação contempla trabalho escrito e oral de acordo com a seguinte proporção, negociável no início das aulas: textos 1 e 2 (35%+35%), apresentações orais 1 e 2 (15%+15%).

Conteúdo

Após um momento introdutório que inclui auscultação dos interesses de pesquisa dos alunos, a unidade Etnomusicologia: Pesquisa de Campo desenvolve-se em quatro blocos acompanhando o trabalho dos alunos, antes, durante e depois da estadia no campo:
1) PERGUNTA DE INVESTIGAÇÃO (Antes do Campo): 1. Identificação da temática; 2. Proposta de temas; 3. Construção de questões de pesquisa e hipóteses; 4. O interesse do investigador.
2) TÉCNICAS DE RECOLHA DE INFORMAÇÃO (No Campo): 1. O investigador e o campo; 2. A observação e o registo; 3. Notas de campo; 4. Concepção e realização de entrevistas.
3) CONSTRUÇÃO E ANÁLISE DE DADOS (Durante e depois do Campo): 1. Organização da informação; 2. Quadro teórico e perspectiva proposta; 3. Construção de relatos; 4. Discussão.
4) ESCRITA ETNOGRÁFICA (Depois do Campo): 1. Política e poética etnográfica; 2. Opções próprias; 3. Escrita etnográfica acompanhada; 4. O que apresentar da pesquisa?