Análise e Teoria Musical - de 800 a 1300 - 2. semestre

Objectivos

a) Adquirir conhecimentos sobre os aspectos mais relevantes da teoria musical desta época (modalidade e contraponto);

b) Ser capaz de apreciar as técnicas composicionais da época em estudo na composição monódica, gregoriana ou trovadoresca, e na polifonia, bem como as questões que estas levantam;

c) Ser capaz de analisar uma selecção de obras musicais à luz da teoria e prática composicional da época;
d) Estar apto a reconhecer auditivamente a modalidade gregoriana.

Caracterização geral

Código

711021072

Créditos

6

Professor responsável

Manuel Pedro Ferreira

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

Apel, W. (1958). Gregorian Chant. Bloomington: Indiana University Press.
Asensio, J. C. (2003). El canto gregoriano. Madrid: Alianza Editorial
Cardine, E. (1989). Primeiro Ano de Canto Gregoriano. São Paulo: Attar / Palas Athena
Hilley, D. (2009). Gregorian chant. New York: Cambridge University Press
Graduale (1961). Graduale Romanum. Tournai: Desclbe & Co
Graduale (1979). Graduale Triplex. Solesmes: Abbaye Saint-Pierre de Solesmes
Powers, H. (2001). Mode. Sadie, S. (Ed.). The New Grove Dictionary of Music and Musicians. London: Macmillan.
Wilson, D. F. (1990). Music of the Middle Ages: Style and Structure. New York: Schirmer Books

Método de ensino

Aulas teóricas e práticas, na proporção de 40% (componente teórica) e 60% (componente prática). A componente teórica inclui a exposição por parte do docente de elementos programáticos do conteúdo do curso e a discussão de conceitos históricos e analíticos; a componente prática inclui a leitura de notação quadrada, análise auditiva de trechos modais tocados ou cantados, a realização de exercícios escritos e a análise do repertório correspondente a partir de partituras.

Método de avaliação

a) Um teste centrado no canto gregoriano (40%);
b) Um teste centrado na polifonia, incluindo adicionalmente a monodia trovadoresca (40%);
c) Trabalhos realizados e discutidos nas aulas, participação e assiduidade (20%).

Conteúdo

1) As principais correntes da teoria musical medieval. Princípios básicos da salmodia. O comportamento modal das melodias de canto gregoriano segundo o sistema tradicional de oito modos. Limites dos instrumentos analíticos tradicionais e a importância das contribuições de Jean Claire. Como ler melodias gregorianas a partir das edições modernas.
2) Formas de abordagem da monodia profana, sendo esta desprovida de dimensão teórica explícita: comportamento particular da música trovadoresca.
3) Problemas estilísticos do repertório polifónico compreendido entre c. 1100 e 1300: texturas contrapontísticas, hierarquia intervalar e (se apontadas) características rítmicas.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: