Análise e Teoria Musical - de 1750 a 1815 - 1. semestre

Objectivos

a) Desenvolver competências técnicas e conceptuais na área da Análise Musical;
b) Conhecer as principais correntes do pensamento teorico-musical no período clássico;
c) Contextualizar do ponto de vista histórico, sociológico e estético os fenómenos musicais relativos ao período em questão;
d) Adquirir um conhecimento aprofundado do repertório musical e músico-teatral do período considerado;
e) Conhecer as metodologias actuais de apresentação e comunicação de resultados da investigação.

Caracterização geral

Código

711021075

Créditos

6

Professor responsável

Luís Miguel Lopes dos Santos

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

Cook, N. (1987). A Guide to Musical Analysis. Oxford: Oxford University Press.
Downs, Ph. G. (1992). Classical Music: the Era of Haydn, Mozart and Beethoven. New York: Norton.
Dunsby, J. & Whittall, A. (1988). Music Analysis in Theory and Practice. London: Faber Music.
Pestelli, G. (1984). The Age of Mozart and Beethoven. Cambridge: Cambridge University Press
Ratner, L. G. (1980). Classic Music: Expression, Form, and Style. New York: Schirmer.
Rosen, C. (1972). The Classical Style: Haydn, Mozart, Beethoven. New York: Norton.
Rosen, C. (1988). Sonata Forms. New York: Norton.
Taruskin, R. (2010). The Oxford History of Western Music, vol. 2: Music in the Seventeenth and Eighteenth Centuries. Oxford: Oxford University Press.

Método de ensino

40% de aulas teóricas, 60% de práticas. Nas aulas teóricas o professor apresentará o repertório, e procederá à fundamentação histórica e técnica dos vários temas. As aulas práticas baseiam-se, em parte, no trabalho preparatório pessoal realizado pelos alunos sobre as partituras; ser-lhes-á solicitado que comentem audições e/ou visionamentos de obras e que participem na discussão sobre a análise das obras musicais em estudo. Serão pedidos pequenos trabalhos escritos ou apresentações orais ao longo do semestre. Nota: o repertório a estudar, com incidência principal na obra de Haydn, Mozart e Beethoven, será definido na primeira aula.

Método de avaliação

Dois testes escritos (45% + 45%). A apresentação de trabalhos escritos ou orais terá o peso de 10% na classificação.

Conteúdo

1. Questões metodológicas relativas à análise do repertório do período clássico.
2. Géneros e formas característicos da época: problemas de ordem temática, formal e harmónica.
3. Sonata bipartida. Canção.
4. A forma sonata na música de tecla, na música de câmara e na música orquestral (sinfonia, concerto e abertura).
5. A ópera no período clássico.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: