Técnicas de Composição 2 - 1. semestre

Objectivos

a) Desenvolver técnicas de análise das componentes da linguagem musical do tonalismo nas partituras do repertório clássico-romântico;
b) Expandir o domínio dos conceitos tonais aos repertórios de música popular, rock e jazz;
c) Desenvolver ferramentas de análise auditiva das componentes da linguagem musical do tonalismo;
d) Desenvolver capacidades analíticas através de exercícios de composição;
e) Adquirir e consolidar o conhecimento das formas musicais.

Caracterização geral

Código

711021092

Créditos

3

Professor responsável

Ernesto Donoso Collado, Isabel Pires

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Bibliografia

ABROMONT, C., Guide des formes de la musique occidentale, Paris, 2010.
BOCHMANN, Chr., A Harmonia do Tonalismo, Lisboa, 2003.
LAMAS, E., Sebenta de harmonia com vista à realização do baixo-cifrado, Lisboa, 2008.
LEVINE, Mark - The Jazz Theory Book. Petaluma USA: Sher Music, 1995.
MERWE, P., “The Dances of Central Europe”, “The Nineteenth-Century Vernacular”, “Romantism”, “Modernism”, The Popular Style”, Roots of the Classical. The Popular Origins of Western Music, New York, 2004.
OWEN, H., “Polyphony in the Classical and Romantic Eras (1750-1900)”, “Polyphony in the First Half of the Twentieth Century”, Modal and Tonal Counterpoint. From Josquin to Stravinsky, London, Mexico city, New Delhi, Singapore, Sydney, Toronto, 1992, pp. 285-363.
PISTON, W., DE VOTO, M., Harmony, New York, 1987.
TEMPERLY, D., “Meter, Harmony, and Tonality in Rock”, The Cognition of Basic Musical Structures, Massachusetts, 2004, pp. 237-265.
WALLACE, B., Form in music, 2nd ed., New Jersey, 1986.

Método de ensino

As aulas consistem em 1. componente teórica que prevê a exposição por parte do docente de elementos programáticos do conteúdo da disciplina, e 2. componente prática que inclui a realização de exercícios de a) análise dos elementos programáticos nas partituras do repertório clássico-romántico, do séc. XX e dos tempos modernos, inclusive da música popular, rock e jazz; b) análise auditiva de elementos programáticos nos exemplos musicais e c) exercícios escritos teóricos e composicionais direccionados à consolidação do domínio dos elementos programáticos.

Método de avaliação

Entre os elementos de avaliação constam: a) trabalhos escritos realizados fora das aulas, corrigidos e discutidos nas aulas semanalmente (30%), b) um teste teórico (40%) e um teste prático (30%). A percentagem das presenças obrigatórias corresponde a 75% de aulas.

Conteúdo

a) O curso visa uma abordagem prática em moldes teóricos, auditivos, analíticos e composicionais dos conceitos de tonalismo na época clássica, romântica, séc. XX e tempos modernos. b) O repertório abrange exemplos da música sacra e secular, inclusive música popular, rock e jazz. c) Os conceitos da teoria musical (melodia, metro e ritmo, intervalos e acordes, elementos de sintaxe musical) são aplicados à harmonia e contraponto tonal (tonalidade alargada, funções harmónicas, cromatismo, várias técnicas de modulação) através da progressiva linhagem das formas musicais (motivo, frase, período, formas binárias, formas de canção, formas ternárias simples, forma ternária composta, rondo, variações, Allegro de Sonata, formas cíclicas).

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: