História da Música - de 1815 a 1890 - 2. semestre

Objectivos

Ao terminar com aproveitamento esta disciplina, o aluno será capaz de:
a) Identificar e discutir os principais problemas conceptuais e metodológicos relacionados com a História da Música do século XIX;
b) Conhecer as principais problemáticas, tendências estilísticas, personalidades, instituições e géneros musicais respeitantes ao período histórico considerado;
c) Contextualizar histórica, sociológica e ideologicamente os fenómenos musicais relativos ao período em questão;
d) Conhecer as obras mais relevantes do repertório musical e musico-teatral da época em estudo;
e) Escrever um texto de divulgação, do tipo nota de programa, e apresentá-lo oralmente.

Caracterização geral

Código

711021093

Créditos

6

Professor responsável

Luísa Cymbron

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

Dahlhaus, C. (1989). Nineteenth-Century Music. Berkeley: University of California Press.
Della Seta, F. (1993). Italia e Francia nell’Ottocento. Turim: EDT.
Di Benedetto, R. (1991). Romanticismo e scuole nazionali nell Ottocento. Turim: EDT.
Rosen, C. (1996). The Romantic Generation. London: Harper Collins.
Samson, J. (2001). Romanticism. The New Grove Dictionary of Music and Musicians, London, MacMillan, vol. 21, 596-602.
Samson, J. (Ed.) (2002). The Cambridge History of Nineteenth-Century Music. Cambridge: Cambridge University Press.
Taruskin, R. (2005). Music in the Nineteenth Century. The Oxford History of Western Music, vol. 3. New York: Oxford University Press.

Método de ensino

As ideias-chave de cada módulo programático são expostas nas aulas pelo docente, existindo sempre uma componente de interação com os estudantes (discussão de problemas, questões ou outras intervenções). 40% das aulas serão aulas práticas, destinadas quer à leitura comentada de textos previamente preparados pelos alunos, quer à apresentação de pequenos trabalhos por eles realizados.

Método de avaliação

A avaliação é constituída por dois momentos centrais: um teste escrito e um trabalho. Este último consiste na redacção de um texto de divulgação, tipo nota de programa. Este trabalho, ou parte dele, é apresentado e discutido na aula. Na sua versão final, o trabalho é ainda objecto de uma discussão com o professor.

Conteúdo

1. Diferentes abordagens históricas à música no século XIX. Problemas de periodização. Romantismo versus \"gosto romântico\".
2. A ópera como género central na vida musical italiana e a sua difusão europeia: de Rossini aos primeiros anos de Verdi.
3. O espaço cultural germânico e as afirmações do Romantismo: Schubert e o Lied. Weber e a ópera romântica. Mendelssohn e a redescoberta do passado. Os ideais do Romantismo em Schumann. A formação do cânon.
4. Paris: centro cultural da Europa. Tradições francesas e cosmopolitismo. A ópera como imagem da nação. Meyerbeer e o cosmopolitismo em música. Virtuosismo instrumental. Berlioz e o Romantismo francês.
5. A conjuntura de meados do século. Liszt e o poema sinfónico. Verdi e a ópera em Itália depois da unificação. Wagner e o drama musical. A diversidade operática da Paris do segundo império. Viena e o sinfonismo.
6. Nacionalismo e cosmopolitismo. A ópera como meio de criação de uma música nacional. O Leste da Europa, a Espanha e a Rússia.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: