Literatura Comparada - 2. semestre

Objectivos

Pretende-se desenvolver competências de compreensão e produção, a nível escrito e oral, e consolidar capacidades de reflexão e de argumentação aplicadas ao estudo das relações entre literatura e cinema e à análise fílmica. A capacidade de constituição de relações e problemas teóricos será trabalhada a partir do estudo das obras seleccionadas e do tópico proposto. Particular relevo será dado à discussão teórica, à articulação entre artes e ao diálogo interdisciplinar.

Caracterização geral

Código

711091064

Créditos

6

Professor responsável

Clara Maria Abreu Rowland

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

BROWN, Sarah A., Ovid. Myth and Metamorphosis. London: Bristol Classical Press.

CLARKE, Bruce, Allegories of Writing. The Subject of Metamorphosis. Albany: SUNY, 1995.
CLARKE, Bruce, Posthuman Metamorphosis. Narrative and Systems. New York: Fordham U P, 2008.
GROSS, Kenneth, The Dream of the Moving Statue. Ithaca: Cornell UP, 1992.

MASSEY, Irving, The Gaping Pig. Literature and Metamorphosis. Berkeley: University of California Press, 1976.
SAUSSY, Haun (org.), Comparative Literature in an Age ofGlobalization. Baltimore: Johns Hopkins U. P., 2004.
WARNER, Marina, Fantastic Metamorphosis, Other Worlds, Oxford: Oxford UP, 2002.

Método de ensino

Aulas expositivas com componente integrada de discussão. Comentário em aula dos filmes analisados.

Método de avaliação

A avaliação será feita a partir da média ponderada de dois exercícios escritos.

Conteúdo

O programa irá concentrar-se sobre textos e objectos que – na literatura, no cinema e nas artes plásticas – explicitamente recorrem à figura da metamorfose, considerando o modo como as metamorfoses do próprio tema permitem interrogar a relação entre arte e transformação. Num primeiro momento, procuraremos identificar alguns dos problemas que a representação artística da mutação da forma levanta, tendo como base as Metamorfoses de Ovídio e as suas recriações; numa segunda parte, analisaremos objectos em que a metamorfose se faz figura de uma interrogação do humano, através de representações de fragmentação, duplicação e alterização do corpo (Gogol, Stevenson, Bergman, Cassavetes) e de confronto com o animal, a máquina e o híbrido (Lispector, Cortázar, Cronenberg, Kafka, Guimarães Rosa, Tourneur).

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: