Filosofia e Cultura em Portugal - 1. semestre

Objectivos

Espera-se do aluno: a) Seja capaz definir a natureza e as principais tendências do Pensamento Português Contemporâneo do século XIX.
b) Identificar e relacionar as principais temáticas do Pensamento Português do século XIX.
c) Percepcionar a importância do Pensamento Português na construção de uma memória e de uma identidade colectivas XIX.
d) Avaliar o sentido das principais polémicas que marcaram o século XIX em Portugal.
e) Caracterizar o pensamento de autores relevantes no contexto em causa.


Caracterização geral

Código

711031020

Créditos

6

Professor responsável

Júlio Silva

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

CALAFATE, P. (2004). História do Pensamento Filosófico Português, IV. O Século XIX. Lisboa: Caminho.
CASTRO, Zília Osório de (1999), Cultura e Política. Manuel Borges Carneiro e o Vintismo, Lisboa, INIC.
CATROGA, F. (2010), O Republicanismo em Portugal da formação ao 5 de Outubro de 1910, Lisboa, Notícias Editorial.
FRANÇA, José-Augusto (1993), O Romantismo em Portugal. Estudo de Factos Socioculturais, Lisboa, Livros Horizonte.
MESQUITA, António Pedro (2006), O pensamento político português no século XIX, Lisboa, INCM.
PEREIRA, J.E. (1974), Silvestre Pinheiro Ferreira. O seu pensamento político, Coimbra, Universidade de Coimbra.
PEREIRA, J. E. (2004). Percursos de História das Ideias. Lisboa: INCM.
RIBEIRO, Maria Manuela Tavares Ribeiro (1990), Portugal e a Revolução de 1848, Coimbra, Editorial Minerva.
TORGAL, Luís Manuel Reis, Tradicionalismo e Contra-Revolução. O pensamento e a acção de José Gama e Castro, Coimbra, Universidade de Coimbra.


Método de ensino

Exposição dialogada. Análise de documentos. Leitura e Interpretação de textos.

Método de avaliação

Participação nas actividades propostas (10%).
1 trabalho com 5 a 10 páginas (50%).
1 prova de avaliação dos conhecimentos (40%).

Conteúdo

1 – O Século XIX em Portugal.
2 – O liberalismo triunfante.
3 – O romantismo nos alvores da modernidade.
4 – O pensamento tradicionalista.
5 – O positivismo oitocentista.
6 – O socialismo utópico.
7 – O republicanismo do fin-du-siècle.
8 – Figuras do pensamento do Século XIX português: Manuel Borges Carneiro, Silvestre Pinheiro Ferreira, Manuel da Silva Passos, José Estêvão Coelho de Magalhães, José Agostinho de Macedo, José da Gama e Castro, Joaquim Fernandes Teófilo Braga, José Félix Henriques Nogueira, Antero Tarquínio de Quental, Joaquim Pedro de Oliveira Martins, José Pereira de Sampaio Bruno e Basílio Teles.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: