Filosofia da Mente - 2. semestre

Objectivos

No final, os alunos compreenderão os principais problemas da Filosofia da Mente e reconhecerão a interconexão com algumas das questões tradicionais de outras áreas da filosofia. Estarão familiarizados com as principais idéias da filosofia da mente, bem como argumentos clássicos para o seu desenvolvimento e a terminologia técnica necessária para a compreender (Identificação de Erro Categórico, Qualia, Realização Múltipla, etc.), bem como ser capaz de articular os argumentos para e contra as posições centrais sobre as suas questões. Além disso, reforçarão as suas habilidades de analisar textos filosóficos e levantar questões relevantes para sua interpretação e para o desenvolvimento da reflexão filosófica. Serão também capazes de estabelecer um diálogo filosófico com questões contemporâneas, como com os dados recentes de neurociência, as posturas pedagógicas e os vários problemas éticos e políticos do mundo actual.

Turma B lecionada em inglês

Caracterização geral

Código

711031057

Créditos

6

Professor responsável

Dina Mendonça, Robert Clowes

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

Chalmers, David (ed.) (2002) Philosophy of Mind: Classical and Contemporary Readings, Oxford: OUP

Dewey, John (1925) chapter 7. Nature, Life and Body-Mind in Experience and Nature, ed. Jo Ann Boyston, 1988, Carbondale & Edwardsville: Southern Illinois University Press, pp. 191-225.

Gallagher, S. (2008), ´Understanding others: embodied social cognition´, in P. Calvo and A. Gomila (eds), Handbook of Cognitive Science: An Embodied Approach, Elsevier Ltd, United States. pp. 439

Gallagher S. (2013). A pattern theory of self. Frontiers in human neuroscience, 7, 443.

Griffiths, Paul E. (2013) Current Emotions Research in Philosophy, Emotion Review Vol. 5, No. 2 (April 2013) 215–222

Mendonça, Dina (2013) Emotions about Emotions, Emotion Review, Vol. 5 No.4> 390˗396.

Migues, Sofia; Amen, Miguel; Pinto, Alberto (eds.) (2002) Filosofia da mente ˗ Antologia (academia)

Ryle, Gilbert. (1949). Descartes Myth (Chapter 1 of The Concept of the Mind, pp. 11-24)

Método de ensino

As metodologias de ensino incluem aulas com uma componente teóricas (50%) e uma componente prática (50%), haverá possibilidade de atendimentos individuais e esclarecimentos de dúvidas por e˗mail e através do moodle. A componente teóricas visam a transmissão dos conteúdos programáticos e são abertas à participação crítica dos alunos. A componente prática visa o aprofundamento da compreensão dos argumentos de forma oral ou escrita, individualmente ou em grupos pequenos de pequenas discussões ou debates de modo a permitir a utilização do vocabulário e passos argumentativos apresentados teóricamente.




Método de avaliação

A avaliação é composta de dois testes escritos (valendo 40% cada) sendo um com consulta e outro sem consulta, e a participação nas aulas e nas tarefas da componente prática da leccionação (20%).

Conteúdo

A unidade curricular da Filosofia da Mente apresentará aos alunos os principais problemas da Filosofia da Mente, tais como a natureza e o funcionamento da mente, o problema da mente˗corpo, o problema da consciência e o da natureza do self, assim como a interpretação de outras Mentes. As aulas irão reflectir sobre questões como: Os processos mentais podem ser concebidos além dos limites do corpo humano? Qual é o papel da intersubjetividade na compreensão da Mente? Os computadores podem pensar? Como a Filosofia das Emoções contribuir para o desenvolvimento da Filosofia da Mente? Serão examinadas diferentes teorias sobre a natureza da mente e serão exploradas várias respostas possíveis para as questões a fim de compreender alguns dos principais movimentos argumentativos realizados na Filosofia da Mente.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: