Filosofia das Ciências - 2. semestre

Objectivos

1. Identificar os parâmetros de racionalidade operantes na prática científica e os conceitos e princípios filosóficos que a sustentam.
2. Identificar os principais paradigmas científicos e os seus pressupostos filosóficos.
3. Reconhecer e enunciar com precisão as questões filosóficas colocadas pelo saber científico.
4. Conhecer alguns dos textos mais relevantes da tradição filosófica no campo da filosofia da ciência.
5. Reconhecer a especificidade dos contributos contemporâneos no âmbito da Filosofia da Ciência



Caracterização geral

Código

711031058

Créditos

6

Professor responsável

Pietro Gori

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português-Inglês

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

- Ladyman, J. (2002): Understanding Philosophy of Science, London and New York: Routledge.
- Okasha, S. (2016): Philosophy of Science. A Very Short Introduction, Oxford: Oxford University Press.
- Rovelli, C. (2018): “Physics Needs Philosophy. Philosophy Needs Physics”, in Foundations of Physics 48/5, pp. 481-491.
- Kuhn, T. (20124): The Structure of Scientific Revolution, Chicago: The University of Chicago Press (ou tradução portuguesa)
- Popper, K. (2002): Conjectures and Refutations: The Growth of Scientific Knowledge, London: Routledge (ou tradução portuguesa. Os capítulos abordados serão indicados durante o curso).

Método de ensino

O curso tem uma natureza teórico prática. Haverá aulas de enquadramento, de apresentação e contextualização do pensamento dos diversos autores ou de formulação e aprofundamento dos problemas em análise, e aulas mais centradas na análise e discussão de textos. Os alunos terão acesso aos textos a analisar, devendo preparar a sua discussão em sala de aula. Ensino presencial.
A participação nas aulas é particularmente recomendado



Método de avaliação

1. Uma prova escrita a realizar no meio do semestre (35%).
2. Uma prova escrita a realizar no final do semestre (65%).





Conteúdo

O curso consistirá em um comentário ao artigo por Carlo Rovelli: “Physics Needs Philosophy. Philosophy Needs Physics” (2018).
A primeira parte do curso será dedicada às categorias filosóficas fundamentais da filosofia das ciências, com o objetivo de oferecer aos alunos as ferramentas para orientar-se em esta disciplina e desenvolver uma reflecção crítica sobre os seus assuntos. Mais em particular, o curso irá tratar de (a) a relação entre ciência e filosofia; (b) o caráter próprio do conhecimento em geral e do conhecimento científico mais em particular; (c) a discussão em torno do desenvolvimento e da metodologia da ciência; (d) a questão da explicação na ciência; (e) o problema do realismo e do antirrealismo.
Na segunda parte do curso serão abordadas as duas perspetivas clássicas que Carlo Rovelli considera no seu artigo: o “falsificacionismo” de Karl Popper e a conceição “revolucionária” do desenvolvimento do conhecimento científico de Thomas Kuhn.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: