Temas de Filosofia Medieval

Objectivos

1. Adquirir conhecimento aprofundado de figuras relevantes do pensamento filosófico medieval.
2. Adquirir a capacidade de leitura crítica e autónoma de alguns textos filosóficos fundamentais do período medieval.
3. Desenvolver a capacidade de situar conceitos, concepções metodológicas e posições doutrinais no contexto histórico a que pertencem.
4. Analisar problemas filosóficos específicos da época medieval.
5. Reconhecer ligações entre o pensamento medieval e alguns textos e conceitos filosóficos actuais.
6. Adquirir a capacidade de comparar autónoma e criticamente o tratamento medieval e contemporâneo de problemáticas afins.
7. Adquirir um conhecimento aprofundado dos “conflitos” metodológicos e doutrinais da filosofia medieval, na sua articulação com os problemas filosóficos com que se prendem.
8. Adquirir a capacidade básica de investigação de problemas no âmbito disciplinar da Filosofia Medieval.

Caracterização geral

Código

711031072

Créditos

6

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

THOMAS DE AQUINO, (1984) Suma Theologiae, (trad. francesa), Paris: Cerf.
THOMAS DE AQUINO, (1999) Summa Contra Gentes (trad. francesa), Paris: Gallimard
THOMAS DE AQUINO, (2003) De Malo, (trad. inglesa), Oxford, Oxford U.P.
LOIRET, F. (ed.), (2009) JEAN DUNS SCOT. La Cause du Vouloir suivi de l´Objet de la Jouissance, Paris: Les Belles Lettres.
VOS JACZN, A., et al. (ed.)., (1994) JOHN DUNS SCOTUS. Contingency and Freedom, Lectura I 39, Dordrecht: Kluwer.
WOLTER, A. (2000) John Duns Scotus. A Treatise on Potency and Act., New York: The Franciscan Institute.
WOLTER, A (1997) Duns Scotus on the Will and Morality, Washington: The Catholic University of America Press.



Método de ensino

Curso de natureza teórico-prática. A metodologia usada combina o exame teórico dos problemas e a interpretação de textos. Análise e comentário dos textos em causa.

Método de avaliação

Avaliação: Frequência obrigatória (2/3 da classificação final) e um trabalho escrito (1/3 da classificação final)

Conteúdo

Origem dos conceitos de vontade e de liberdade. Os conceitos de Vontade e liberdade em Tomás de Aquino e Duns Escoto. Estudo e análise da polémica conceptual entre Tomás de Aquino e Duns Escoto relativamente à vontade, às relações com o intelecto e à natureza da causalidade própria da vontade e da liberdade.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: