História das Artes Não Ocidentais - 2. semestre

Objectivos

O curso visa apresentar aos alunos as grandes áreas geográficas de desenolvimento das artes não ocidentais. No fim do curso, poderão identificar peças das várias civilizações e períodos, sendo possível também contextualizar a produção das mesmas. Perceber as diferenças entre os sistemas das artes nos vários países do mundo e continentes, os critérios segundo os quais foram produzidos, os contextos em que foram inseridos, e as suas variadas funções. O objectivo é a familiarização com um grande leque de objectos, e com os problemas teóricos e metodológicos relativamente ao seu estudo e exposição em museus, e por isso o curso também incluirá visitas à museus.

Caracterização geral

Código

711061026

Créditos

6

Professor responsável

Stefanie Franco

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

1. LaGamma, Alisa. Genesis: Ideas of Origin in African Sculpture. NY: The Metropolitan Museum of Art, 2002.
2. LaGamma, Alisa and Christine Giuntini. The Essential Art of African Textiles: Design Without End. NY: The Metropolitan Museum of Art, 2008.
3. Fong, Wen C. Beyond Representation. Chinese Painting and Calligraphy 8th-14th Century. NY: The Metropolitan Museum of Art, 1992.
4. Frelinghuysen, Alice Cooney and Clare Le Corbeiller. “Chinese Export Porcelain.” Special issue. The Metropolitan Museum of Art Bulletin 60, no. 3 (2003).
5. Beach, Milo Cleveland. Mughal and Rajput Painting. Cambridge: Cambridge University Press, 1992.
6. Walker, Daniel. Flowers Underfoot: Indian Carpets of the Mughal Era. NY: The Metropolitan Museum of Art, 1997.
7. Kjellgren, Eric et al. Splendid Isolation: Art of Easter Island. NY: The Metropolitan Museum of Art, 2001.
8. Adorning the World. Art of the Marquesas Islands, edited by Eric Kjellgren. NY, The Metropolitan Museum of Art, 2005.

Método de ensino

Extenso material visual será utilizado para o curso, que insistirá na participação activa por parte dos alunos, com perguntas e observações. Muita importância será dada no conhecimento de línguas estrangeiras, particularmente o inglês, razão pela qual a maior parte das leituras serão feitas a partir do inglês.

Método de avaliação

A avaliação será feita com base na assiduidade e participação do aluno, incluíndo pequenos trabalhos escritos para serem apresentados na aula (50%) e na frequência (50%). Os pequenos trabalhos consistirão em resumos a partir dos artigos discutidos na aula e fichas de apresentação de obras em museus.

Conteúdo

O curso será organizado segundo critérios geográficos, para evitar uma percepção linear da história das artes não ocidentais, e para a salientar a sua riqueza e diversidade, com especial ênfase no conceito do encontro entre civilizações. Os temas abordados incluirão: Escultura africana (madeira e marfim); têxteis africanos; o problema do modernismo africano; manuscritos iluminados da Pérsia; pintura Mughal e Rajput na Índia; têxtes indianos (carpetes); modernismo indiano; pintura chinesa; cerâmica chinesa de exportação; arte do Pacífico Sul (arte da Ílha da Páscoa, Ilhas Marquesas). No curso serão também abordados vários conceitos relevantes, como a definição da própria arte, o conceito do primitivo etc.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: