Seminário de História da Arte

Objectivos

1. Conhecer obras e temas que suscitaram um aparato crítico e reflexivo relevante para a história da arte e para outras áreas que com ela se cruzam.
2. Desenvolver um olhar crítico sobre as obras/imagens estudadas e os textos que estas suscitaram.
3. Compreender em que medida essas obras e esses textos serviram um pensamento da história, da história da arte, da política, da sociedade e da actualidade.
4. Desenvolver capacidade de contextualização histórica e teórica das obras estudadas e dos textos que estas suscitaram.
5. Usar os conhecimentos adquiridos para desenvolver a capacidade de investigação em história da arte
6. Elaborar um trabalho de investigação em grupo.

Caracterização geral

Código

711061048

Créditos

12

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

(a bibliografia corresponde à selecção de obras indicada)
E. Panofsky, “Et in Arcadia Ego”. O Significado das Artes Visuais. Lisboa: Presença, 1989 (1955)
L. Marin, “Panofsky et Poussin en Arcadie”. Sublime Poussin. Paris: Seuil,1995.
M. Foucault, “Las Meninas”. As Palavras e as Coisas. Lisboa: Edições 70, 1998 (1966)
C. Owens, “Representation, Appropriation, Power”. Beyond Recognition. University of California Press, 1992 (1982).
Daniel Arasse, “O Olho do mestre”, Não se vê nada, Lisboa, KKYM, 2015
T.J. Clark, The Painting of Modern Life. Princeton University Press, 1984
Th. de Duve, “How Manet’s A Bar at the Folies-Bergère is Constructed”. Critical Inquiry, vol. 25, nº 1 (Autumn 1998)
J. Elkins, “Critical Response — Precision, Misprecision, Misprision”. Critical Inquiry, vol. 25, nº 1 (Autumn 1998)
Th. de Duve, “Intuition, Logic, Intuition”. Critical Inquiry, vol. 25, nº 1 (Autumn 1998)
R. Krauss,“The Circulation of the Sign”, The Picasso papers. London: T&H, 1998
C. Poggi, In Defiance of Painting: Cubism, Futurism, and the Invention of Collage. New Haven: Yale Univ. Press, 1992
J. Cunha Leal, “Trapped bugs, rotten fruits and faked collages: Amadeo Souza Cardoso’s troublesome modernism”, Konsthistorisk tidskrift/Journal of Art History –Vol. 82, Issue 2, Routledge, 2013
R. Krauss, “The Photographic Conditions of Surrealism”, The Originality of the Avantgarde and Other Modernist Myths. MIT Press, 1985 (1981)

Método de ensino

Aulas expositivas temáticas asseguradas pela docente, baseadas na análise aturada das obras e temas fixados no programa e na apresentação dos textos que os discutem. Estas aulas expositivas são alternadas com seminários de apresentação, análise e discussão desses textos (a antologia pré-definida é disponibilizada aos alunos via moodle). São também apresentados e discutidos em seminário os ensaios finais de investigação (c. 15/18 pags), desenvolvidos ao longo do semestre com um intenso trabalho tutorial e discussão partilhada em aula. Estes trabalhos são sempre concretizados em grupos de 2 a 3 alunos.

Método de avaliação

A avaliação deste curso assenta em 2 elementos:
1) apresentação e discussão dos textos propostos para cada um dos temas fixados no programa ( (40%)
2) apresentação escrita e discussão do trabalho de grupo final (60%)

Conteúdo

1. Dar a conhecer obras e temas que suscitaram um aparato crítico e reflexivo relevante para a história da arte e para outras áreas que com ela se cruzam (exemplo de obras /temáticas abordadas: Et in Arcadia Ego, de Nicolas Poussin; Las Meninas, de Diego Velasquez; Un Bar en Folie- Bergère, de Edouard Manet; a colagem [e o caso de Amadeo Souza Cardoso]; fotografia e surrealismo [algumas fotografias de Brassai]; questões sobre o medium [a propósito do trabalho de Jeff Wall]; questões sobre o cinema de Pedro Costa)
2. Análise crítica sobre as obras estudadas e os textos que estas suscitaram.
3. Debate sobre a contextualização histórica e teórica destas obras e textos, bem como sobre o pensamento da história, da história da arte, da política, da sociedade e da actualidade que a sua análise introduz.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: