Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas

Objetivos educativos

1) Obter os instrumentos metodológicos de pesquisa e análise, no sentido de desenvolver capacidades de aprendizagem, escolha crítica e reflexão que permitam uma aplicação adequada dos saberes adquiridos em situações práticas;
2) Adquirir competências básicas na área das ciências humanas, que permitam uma aprendizagem ao longo da vida com elevado grau de autonomia no conhecimento teórico-prático de línguas estrangeiras.
3) Desenvolver a capacidade de recolha, seleção e interpretação de informação relevante, textual e não textual, habilitando à fundamentação de juízos que tenham em consideração os aspetos sociais, científicos e éticos relevantes associados à aprendizagem de novas línguas, literaturas e culturas;
4) Desenvolver o conhecimento teórico-prático das línguas, literaturas, culturas nos seus contextos históricos nacionais;
5) Desenvolver competências comunicativas em língua estrangeira e em língua materna nas variantes com a componente com língua portuguesa, fomentando o plurilinguismo e a interculturalidade;
6) Desenvolver a capacidade de realizar trabalho autónomo no campo interdisciplinar de estudos literários, culturais e linguísticos;
7) Desenvolver competências na aplicação de novas tecnologias às ciências literárias, culturais e linguísticas.

Caracterização geral

Código

4012

Ciclo

Licenciatura (1.º Ciclo)

Grau

Licenciado

Acesso a outros cursos

Dá acesso a ciclos de estudos de nível avançado (2.º ciclo e 3.º ciclo) e a cursos de pós-graduação não conferentes de grau.
Saídas Profissionais:
Ensino de Português e/ou Inglês, Alemão, Espanhol ou Francês nos Ensinos Básico e Secundário, mercado editorial, comunicação social, empresas, organismos públicos e privados, autarquias, instituições internacionais, ou outras atividades em que a componente de comunicação plurilinguística, combinada com uma sólida formação humanística, seja um critério relevante.

Coordenador

Teresa Botelho da Silva

Data de abertura

Setembro de 2019

Número de vagas

75

Propinas

Brevemente disponível

Horários

(consultar o horário do curso em http://www.fcsh.unl.pt/ensino/licenciaturas)

Requisitos para obtenção do grau ou diploma

Duração: 3 anos/6 semestres.
O aluno tem que realizar 180 créditos. No início de cada semestre, o aluno será aconselhado sobre as unidades curriculares a realizar, mais adequadas ao seu percurso académico.
Os alunos de licenciatura podem ainda beneficiar dos distintos programas de mobilidade em que a FCSH/NOVA participa como Erasmus+, Almeida Garrett, entre outros, e participar em trabalhos de investigação no âmbito das unidades de investigação que integram a Faculdade.
O grau de licenciado corresponde ao nível 6 do QNQ/QEQ - Quadro Nacional de Qualificações/Quadro Europeu de Qualificações.

Condições de acesso

O ingresso no curso pode ser efetuado através do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, dos Regimes Especiais, dos Concursos Especiais de Acesso (M23) ou dos Regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência. Para se candidatarem ao ensino superior através do Concurso Nacional de Acesso, os estudantes devem satisfazer as condições descritas pela Direção-Geral do Ensino Superior. Consultar http://www.dges.gov.pt/guias/?plid=593 Estudante Internacional: http://fcsh.unl.pt/internacional/admissoes

Regras de avaliação

Regulamento de Avaliação disponível na intranet. Sistema de classificação: os estudantes da FCSH são avaliados com base no trabalho desenvolvido ao longo de um semestre, tendo por base a participação nas aulas, a apresentação de trabalhos escritos e orais, os testes e os exames. O resultado obtido, quer através da avaliação contínua, quer da avaliação por exames, é expresso numa escala de 0 a 20. Para ser aprovado há que ter no mínimo 10 valores, porém, os estudantes que reprovam têm uma segunda oportunidade para repetir os exames. Exame de Recurso: Tem acesso ao exame ou avaliação de recurso qualquer estudante de 1° ou de 2° ciclos que tenha obtido a nota mínima de oito valores por arredondamento na nota final da unidade curricular. REGIMES ESPECIAIS DE AVALIAÇÃO: - Trabalhador-estudante - Estudantes com estatuto de atletas de alta competição - Mães e pais estudantes - Dirigentes associativos - Militares - Outros regimes especiais previstos legalmente. Os estudantes com necessidades educativas especiais podem beneficiar de condições de ensino-aprendizagem adaptados às suas necessidades.