Teorias da Acção Social

Objectivos

1. Capacidade de reflexão crítica sobre as principais contribuições teóricas no âmbito da Sociologia que têm acentuado a acção social como elemento estruturador das sociedades modernas;
2. Capacidade de análise sociológica das diferentes dinâmicas de acção social, à luz das mais recentes contribuições da Sociologia e das Neurociências;
3. Conhecimento e análise crítica dos resultados de investigações empíricas recentes, realizadas sobre a realidade portuguesa;
4.Capacidade de aplicação das teorias da acção social a situações e contextos sociais concretos;
5. Capacidade de comunicação rigorosa e significativa do conhecimento sobre as teorias da acção social.

Caracterização geral

Código

711081053

Créditos

6

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português sem apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Os alunos devem ter completado 48 unidades de crédito ECTS.

Bibliografia

Barbalet, J. (1998). Emoção, teoria social e estrutura social. Lisboa: Instituto Piaget.
Boudon, R. (2009). Rational choice theory. In Bryan S. Turner, The new Blackwell companion to social iheory. Chichester: Blackwell, pp. 179-195.
Giddens, A. (2001). Transformações da Intimidade. Oeiras: Celta.
Goffman, E. (1974). Interaction rituals. Essays on face-to-face behavior. New York: Pantheon Books.
Lipovetsky, G. (2006). A felicidade paradoxal. Lisboa: Edições 70.
Parsons, T. & Shils, E. (1962). Toward a general theory of action. Cambridge MA: Harvard University Press.
Roberts, B. (2006). Micro social theory. Hampshire: Palgrave.
Turner, J. (1988). A theory of social interaction. Stanford: Stanford University Press.
Walby, S. (2009). Globalization and inequalities: Complexity and contested modernities. London: Sage.

Método de ensino

- Aulas de exposição de conteúdos de natureza teórica, pelo docente (50%)
- Aulas teórico-práticas, de apresentação e discussão em aula, por parte dos(as) alunos(as), de textos fornecidos pelo docente (10 blocos de textos, podendo variar em função do calendário escolar anual). Em cada aula, serão discutidos blocos de textos temáticos, devendo os inscritos nesse grupo dividir-se de forma a metade fazer a apresentaçãoe e a outra metade a contra-argumentação crítica (50%).
Ensino presencial.

Método de avaliação

a) Teórico-prática (40%)
- Apresentação/contra-argumentação individual dos textos (30%)
- Fichas resumo individuais dos restantes blocos de textos fornecidos pelo docente (5 blocos) (10%)
b) Teórica (60%)
-Trabalho individual sobre um tema relativo à disciplina, previamente acordado com o docente, a ser apresentado por escrito e discutido no período de avaliações (máximo 10 páginas).

Conteúdo

1. A acção social no contexto da produção sociológica
- Estrutura e acção social
- Reflexividade e acção social
2. A Sociologia e as teorias da acção social
- Do pensamento filosófico à reflexão sociológica
- Os clássicos: Marx, Weber e Parsons
- Os mais recentes: Mead, Garfinkel, Goffman e Giddens
- Para uma abordagem sistémica da acção social
3. As condicionantes da acção social
- Os paradigmas clássicos, centrados no material, e os mais recentes, focados no prazer e na realização pessoal
- O económico e as normas e valores sociais
- Acção colectiva e hedonismo individual
4. As novas fronteiras da acção social
- A Sociologia e as Neurociências
- O indivíduo e o social
- A emoção e a razão
5. A análise da acção social a partir abordagens da complexidade (exemplos)
- Tomada de decisão em contextos de risco na esfera económica
- Situações de ruptura individual e social em contextos de violência de género

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: