Prática da Tradução Técnico-Científica (do Português para Francês) - 2. semestre

Objectivos

a) Adquirir competências na área da tradução para o Francês
b) Contactar com os principais domínios das ciências e das técnicas
c) Problematizar e melhorar as estratégias de resolução das dificuldades terminológicas e culturais-nocionais de textos a traduzir de Português para Francês
d) Promover uma aprendizagem ao longo da vida com elevado grau de autonomia
e) Saber coligir dados e elaborar glossários
f) Desenvolver as competências de reflexão e de auto-avaliação das traduções feitas
g) Aprofundar a competência linguística na língua francesa (Nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência)

Caracterização geral

Código

711111100

Créditos

6

Professor responsável

Jean-Pierre Léger

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Francês

Pré-requisitos

Competências de língua francesa correspondentes ao nível A2.2.

Bibliografia

- Dicionários em linha (Dictindustry, Linguee, Systran…)
- Durieux, Christine (2009). Vers une théorie décisionnelle de la traduction. Rennes: PUR.
- Durieux, Christine (2010). Fondement didactique de la traduction technique. Paris: Maison du Dictionnaire.

Método de ensino

Análise e discussão de textos escritos em português.
Apresentação de propostas de tradução pelos alunos.
Elaboração autónoma ou em grupo de traduções de textos seleccionados – na sala de aula ou previamente preparadas em casa.
Crítica, comparação, discussão, correção e revisão de versões do mesmo texto traduzido pelos colegas e outros.
Reflexão sobre os processos e as estratégias de tradução.
Obrigatoriedade de presença nas aulas de 70 % (excepto estudantes trabalhadores)

Método de avaliação

Avaliação contínua: 30% - participação activa nas aulas; realização sistemática de trabalho prático de tradução na aula, com ou sem preparação prévia, individual ou em grupo; elaboração de textos de crítica de tradução; autonomia e capacidade de auto-avaliação.
Avaliação formal: 70% - 2 traduções presenciais (50%); 1 tradução não presencial (20%).
Obrigatoriedade de presença nas aulas de 75 %.

Conteúdo

Analise da área das ciências e da técnica.
Terminologia específica.
Especificidades a incluir: abreviações e acrónimos; capitalização; datas e periodos temporais; ‘faux amis´ e palavras ambíguas; estrangeirismos; nomes próprios e marcas; números; ortografia; símbolos; termos técnicos e científicos.
Ferramentas, procedimentos técnicos, competências e estratégias de tradução: correção e uso de dicionários; revisão e pesquisa; reformulação; auto-monitorização.
Pesquisa de temas e recursos.
Elaboração de glossários para áreas específicos.
Tradução de textos de entre as seguintes áreas: Farmácia, Biologia, Cozinha, Medicina, Desporto e Saúde, Telefonia, Tecnologia, Turismo, Legislação.
Actividades para a aquisição e consolidação da gramática e do léxico necessários (nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência).

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: