Geografia Económica e Social - 1. semestre

Objectivos

a) Reconhecer a importância da dimensão histórica na explicação da diversidade e interdependência do Mundo atual;
b) Compreender a natureza dos agentes e dos processos subjacentes ao funcionamento do sistema económico à escala global;
c) Analisar os principais fluxos (mercadorias, capitais, pessoas, informação) a diferentes escalas;
d) Compreender o papel das cidades mundiais/globais no funcionamento do sistema económico;
e) Compreender as lógicas territoriais subjacentes aos sistemas económicos;
f) Refletir sobre a extensão e os limites do(s) processo(s) de globalização;
g) Reconhecer as limitações da \"visão ocidental\" do Mundo, face à diversidade e multiculturalidade das sociedades;
h) Identificar temas emergentes na geografia económica e social;
i) Desenvolver um raciocínio crítico sobre as questões económicas e sociais contemporâneas;
j) Elaborar relatórios (análise, diagnóstico e prospetiva) sobre questões económico-sociais numa perspectiva geográfica.

Caracterização geral

Código

711041024

Créditos

6

Professor responsável

José Afonso Teixeira

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem.

Bibliografia

Fundamental /Compulsory Reading
Dicken, P. (2011). Global Shift. Mapping the Changing Contours of the World Econom (7th ed.). New York: The Guilford Press, pp. 1-250.

Complementar/ Further Reading
Aoyama, Y., Murphy J. T., Hanson, S. (2011). Key Concepts in Economic Geography. London: Sage, pp.13-70; 111-144.
Coe, N., Kelly, P., Yeung, H. (2013). Economic Geography. A Contemporary Introduction (2ª ed.). London: Blackwell, pp.57-253.
Durand, M.-F. et al. (2013). Atlas de la Mondialisation, Paris: Presses de la Fondation Nationale des Sciences Politiques.
Knox, P.L, McCarthy, L., Agnew, J. (2014). The Geography of the World Economy (6th ed.). London and New York: Routledge, pp.1-92.
Le Monde Diplomatique (2013). L´Atlas 2013.Paris : Vuibert.
Dariusz Wojcik, Gordon L. Clarck (ed.) 2018. The New Oxford Handbook of Economic Geography. Oxford: Oxford University Press.



Método de ensino

Método de ensino
Aulas expositivas e participadas. Discussão a partir de um conjunto de textos seleccionados e de filmes. Debates sobre temas do programa. Desenvolvimento, apresentação e discussão de trabalhos práticos.
Método de avaliação

Método de avaliação

Avaliação:
1) Teste escrito presencial versando a totalidade da matéria leccionada [55%].
2) Trabalho de investigação apoiado em trabalho de campo, bibliografia e/ou informação documental diversa resultantes de pesquisa autónoma (cerca de 20 páginas). O trabalho é desenvolvido em grupos até 3 pessoas (podendo ser individual) [40%].
3) Assiduidade e participação [5%].
(Segundo Normas de Avaliação da FCSH a proposta de elementos de avaliação a apresentar aos alunos na 1ª aula pode sofrer ajustamentos, designadamente na % de cada elemento).

Conteúdo

1) Uma visão de longo prazo: da abertura do mundo à era da globalização
1.1) Mercantilismo e liberalismo: mudanças na estrutura territorial dos sistemas económicos
1.2) Dos blocos económicos no pós II GM à era da globalização.
2)Compreender o mapa da economia global: Processos, Fluxos e Espaços
2.1) As grandes mudanças no mapa da economia global: macroestruturas, conexões e redes
2.2) Tecnologia e inovação: impacto na economia, na sociedade e nos territórios
2.3) As multinacionais e a economia global: impactos na produção, comércio e investimento
2.4) Estado e governança global: as novas funções do Estado
2.5) Fluxos de pessoas: as novas formas de mobilidade
2.6) Cidades mundiais: os nós das redes globais.

3) Globalização, Desenvolvimento e Desigualdades
3.1) O processo de globalização: extensão e limites
3.2) Desenvolvimento, desigualdade e exclusão
3.3) Adaptação e ajustamento à economia global: Choques, conflitos e coexistências.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: