Geografia Humana dos Países Lusófonos

Objectivos

a) Utilizar a linguagem geográfica para caracterizar a distribuição dos fenómenos humanos nos países lusófonos;
b) Contextualizar a distribuição geográfica dos países lusófonos no império português do séc. XV e XVI e nas dinâmicas do sistema-mundo actual;
c) Compreender as relações que unem o espaço lusófono como permanências de um passado comum e como resultado das dinâmicas do sistema-mundo;
d) Identificar os principais problemas e potencialidades dos países lusófonos nos domínios da demografia, actividades económicas e organização territorial;
e) Identificar tendências na evolução dos modelos de povoamento e dos principais problemas urbanos dos países lusófonos;
f) Identificar e interpretar as especificidades que diferenciam os países lusófonos;
g) Identificar potencialidades e desafios de desenvolvimento dos países lusófonos;
h) Demonstrar capacidades de pesquisa e de escrita autónoma sobre conhecimentos adquiridos.

Caracterização geral

Código

711041057

Créditos

6

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

Banco de Portugal (2013). Evolução das Economias dos PALOP e de Timor-Leste 2012/2013.
Brito, R. S. de (1997). No Trilho dos Descobrimentos. Estudos geográficos. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.
Cardoso, P. (dir.), (2004 a 2010). Atlas da Lusofonia. Lisboa: Prefácio (um volume por país).
Enders, A. (1997). História da África Lusófona. Sintra: Editorial Inquérito.
Gourou, P. (197.çons de géographie tropicale. Paris : Mouton.
INE (2013). Comunidade de Países de Língua Portuguesa: breve retrato estatístico. Lisboa.
Reto, L. (2012). Potencial Económico da Língua Portuguesa. Lisboa: Texto Editores.
UN (vários anos). Relatório do Desenvolvimento Humano.
UNESCO (2010). História Geral da África, Brasília: UNESCO, Secad/MEC, UFSCar. (Disponível on line).

Método de ensino

Aulas teórico-práticas expositivas e participativas. Numa primeira fase expõem-se os conteúdos. Depois os alunos interpretam textos, comentam figuras, excertos de filmes, e discutem temas específicos sobre países lusófonos. Por fim, desenvolvem um trabalho de pesquisa autónomo que apresentam oralmente.

Método de avaliação

Teste escrito presencial (50%);
Trabalho escrito com 15 a 20 páginas apoiado em pesquisa autónoma (35%);
Apresentação oral do trabalho (10%).
Participação e assiduidade às aulas (5%)

(De acordo com as Normas de Avaliação da FCSH a proposta de elementos de avaliação a apresentar aos alunos na primeira aula pode sofrer ajustamentos, designadamente no peso percentual de cada elemento).

Conteúdo

1) Introdução à Geografia Humana: conceitos de espaço, tempo e lugar
2) Contextualização dos países lusófonos à escala mundial: do império português às dinâmicas do sistema-mundo actual
3) A população dos países lusófonos: distribuição espacial e diferenciação social e cultural
4) As atividades humanas e os seus impactos: da agricultura de subsistência aos novos modos
de produção e consumo
5) Os modelos de organização espacial: da matriz pré-colonial ao mundo atual
6) Do rural ao urbano: os problemas e os desafios das dinâmicas do povoamento e do crescimento urbano intensivo; o direito à cidade e o direito à habitação
7) A cooperação e o desenvolvimento: desafios e oportunidades para os países lusófonos.