História da Arte Colonial - 2. semestre

Objectivos

Os alunos deverão ser capazes de:
a) reconhecer as obras mais relevantes e localizar o essencial das demais nos seus contextos de produção
b) compreender os contextos de produção das obras em questão
c) compreender os circuitos de circulação e modos de consumo das obras em questão
d) relacionar as obras abordadas com os contextos culturais, políticos, económicos e sociais que presideram à sua produção, circulação e recepção
e) relacionar as obras abordadas com as problemáticas europeias correlatas

Caracterização geral

Código

711061036

Créditos

6

Professor responsável

Nuno Conde Senos

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não se aplica

Bibliografia

- Bethencourt, Francisco e Kirti Chaudhuri, eds. História da Expansão Portuguesa (vols. 1 a 3). Lisboa, Círculo de Leitores, 1998 (capítulos de Rafael Moreira e Alexandra Curvelo sobre arte colonial)
- Dias, Pedro, História da Arte Portuguesa no Mundo. 1415-1822 (2 vols.), Lisboa, Círculo de Leitores, 1998.
- Encompassing the Globe. Portugal e o Mundo nos Séculos XVI e XVII, cat. exp. Lisboa: Museu Nacional de Arte Antiga, 2009 (versão norte-americana do catálogo com algumas diferenças)
- Sobral, Luís de Moura. “A expansão das artes: transferências, contaminações, inovações” in Francisco Bethencourt e Diogo Ramada Curto, eds. A Expansão Marítima Portuguesa, 1400-1800. Lisboa: Eds. 70, 2010, pp. 403-468 (ed. orig. Cambridge University Press, 2007, pp. 390-459).

Método de ensino

As aulas consistem na exposição de matéria pelo docente complementada pela discussão de imagens apoiada na bibliografia indicada. As aulas são suplementadas com visitas a museus, galerias e exposições temporárias. Vários materiais (ppts das aulas, textos) são disponibilizados online no moodle.

Método de avaliação

A avaliação é feita com base num teste (20%), numa frequência (35%), num trabalho final (35%) e na participação nas discussões na aula (10%). Todos os elementos de avaliação são obrigatórios. A realização de provas ou a entrega de trabalhos fora do calendário estabelecido será penalizada e poderá não ser aceite.

Conteúdo

1. A arquitectura militar: o caso de Marrocos
2. Marfins do Golfo da Guiné
3. Índia
a. As artes decorativas
b. Arquitectura religiosa
4. África oriental
5. Japão: Arte nambam e arte kirishtan
6. China: Macau e a ligação ao império espanhol
7. Brasil
a. As artes do açúcar.
b. As artes do ouro: o barroco mineiro
c. As artes do ouro: o Rio e o Nordeste
8. O consumo artístico em Portugal na Idade Moderna
9. Representações do outro
10. Violência e Império
11. A celebração do Império

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: