Teoria das Relações Internacionais - 1. semestre

Objectivos

Procura-se que os discentes tomem conhecimento dos fundamentos teóricos das Relações Internacionais, tanto em termos analíticos quanto históricos, frisando o longo processo histórico que prepara e desenvolve a teoria das relações internacionais, até ao nascimento da disciplina strictu sensu, já no século XX.

Caracterização geral

Código

711071050

Créditos

6

Professor responsável

Ana Santos Pinto, António Horta Fernandes, Rui Fernando Pires Henrique Santos

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português com apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Frequência regular das aulas

Bibliografia

a) MORGENTHAU, Hans, Politics among Nations, Nova York, 1948
b) ARON, Raymond, Paix et guerre entre les nations. Paris, Calmann-Lévy, 1962
c) WALTZ, Kenneth, Theory of International Politics, Nova York, McGraw-Hill, 1979
d) BULL, Hedley, The Anarchical Society, Nova York, Columbia University Press, 1977

Método de ensino

A canónica exposição magistral, com diálogo.

Método de avaliação

Realização de uma ou duas frequências semestrais, com consulta.

Conteúdo

1.Considerações epistemológicas e definição teórica do campo (Estado, Soberania, Fronteira, Identidade, Razão de Estado, Relações Internacionais)
2.A segunda escolástica e o direito natural
3.Maquiavel
4.Bodin e a soberania
5.Estudo do conceito de soberania
6.Grotius e o direito das gentes
7.Hobbes e estado de natureza
8.A consagração vestefaliana das relações inter-estados
9.Kant e o projecto cosmopolita
10.O federalismo norte-americano
11.Hegel e a marcha do progresso
12.Ranke e o nacionalismo
13.As relações internacionais face aos projectos geopolíticos na primeira metade do séc.XX
14.Introdução crítica à escola realista
15. Idealismo e posteriores fases de constructivismo