Baixo Contínuo e Acompanhamento - 2. semestre

Objectivos

a) Adquirir competências que permitam a interpretação no instrumento de tecla (ou, opcionalmente, guitarra clássica ou alaúde) de harmonias, cifradas na partitura;
b) Aperfeiçoar a técnica de harmonização do baixo e da melodia;
c) Conhecer o contexto histórico do Baixo Contínuo, as diferenças entre os sistemas de notação e interpretação em distintas tradições nacionais ou estilos individuais;
d) Discutir questões ligadas à edição das fontes com baixo cifrado; conhecer as vertentes do ensino do baixo cifrado.

Caracterização geral

Código

711021008

Créditos

6

Professor responsável

Svetlana Poliakova

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem

Bibliografia

Lamas E. (2008). Sebenta de harmonia com vista à realização do baixo-cifrado. Lisboa: Juventude Musical Portuguesa.
Strunk O. (1981). Source Readings in Music History, v. 3: The Baroque Era. London: Faber and Faber.
Williams P. (1970). Figured Bass Accompaniment, Edinburg: University Press
Williams P. (2001). Continuo. Sadie, S. (ed.), The New Grove Dictionary of Music Musicians, v. 4, 685- 699, London: Mamillan.

Método de ensino

As aulas consistem numa componente teórica que prevê a exposição por parte da docente de elementos programáticos do conteúdo da disciplina, e uma componente prática que inclui os exercícios escritos e auditivos, a execução ao piano de exemplos musicais e a discussão de questões históricas e interpretativas do respetivo repertório. Cada aula integra as duas componentes, na proporção de 20% para a componente teórica e 80% para a componente prática.

Método de avaliação

A avaliação inclui os seguintes elementos:
a) A interpretação de 8-10 excertos das obras de vários compositores, resultante do trabalho de preparação prévia;
b) Um teste escrito de transcrição em partitura de um baixo cifrado;
c) Uma apresentação oral individual sobre o contexto histórico-analítico.

Conteúdo

1) Apresentação e discussão de questões relacionadas com a história da transcrição e interpretação do Baixo Contínuo, o papel das tradições nacionais e estilos individuais, as tradições editoriais e as vertentes do ensino do baixo contínuo;
2) Interpretação ao piano da parte do baixo contínuo em peças e excertos musicais;
3) Realização escrita e ao piano de sequências harmónicas cifradas;
4) Exercícios de escrita através de cifras de sequências harmónicas de uma partitura;
5) Exercícios de improvisação ao piano de sequências harmónicas para uma melodia dada.