Prática da Tradução Técnico-Científica (do Inglês para Português) - 2. semestre

Objectivos

No final do semestre, os estudantes deverão:
1) identificar as características formais e estilísticas específicas de uma variedade de textos técnicos e científicos;
2) utilizar, na sua pesquisa terminológica, as bases de dados, dicionários e glossários mais adequados;
3) demonstrar familiaridade com as leis, normas e directrizes portuguesas e da UE respeitantes à tradução de documentos técnicos;
4) dominar a terminologia elementar usada em documentos técnicos e textos científicos dos domínios da física, química, medicina e biologia;
5) seleccionar as estratégias mais adequadas à tradução de cada texto técnico ou científico;
6) localizar textos/documentos paralelos fiáveis que os auxiliem no processo de tradução;
7) traduzir a variedade de documentos mencionados no programa de forma lexical, estilística e formalmente correcta;
8) justificar de modo pertinente as suas opções de tradução, baseando-se na sua experiência de sala de aula e na leitura dos livros constantes da bibliografia.

Caracterização geral

Código

711121059

Créditos

6

Professor responsável

Rita Pinto Menezes, Rogério Puga

Horas

Semanais - 4

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português com apoio tutorial em LE

Pré-requisitos

Competências de língua inglesa correspondentes ao nível B2.2.

Bibliografia

1. Byrne, Jody (2006). Technical Translation: Usability Strategies for Translating Technical Documentation. The Netherlands: Springer.
2. Byrne, Jody (2012). Scientific and Technical Translation Explained: a Nuts and Bolts Guide for Beginners. Manchester, UK & Northampton, MA: St. Jerome.
3. Wright, Sue Ellen and Leland D. Wright Jr. (1993). Scientific and Technical Translation. Amsterdam/ Philadelphia: John Benjamins.
4. Cavaco-Cruz, Luís (2012). Manual prático e fundamental de tradução técnica. Independence: Arkonte.
5. Hargis, Gretchen (1998). Developing Quality Technical Information: A Handbook for Writers and Editors. New Jersey: Prentice Hall PTR.
6. Chabner, Davi-Ellen (2011). The Language of Medicine. 9th edition. Saint-Louis, Missouri: Saunders/Elsevier.
7. Dawkins, Richard (2009). The Oxford Book of Modern Science Writing. Oxford: Oxford University Press.

Método de ensino

A metodologia utilizada centrar-se-á no estudante e no desenvolvimento de actividades, visto serem os objectivos a atingir sobretudo de natureza prática. A aquisição de competências basear-se-á em três estratégias: a apresentação de textos cuja análise conduzirá à formulação de hipóteses e, finalmente, de conclusões relativas às características de cada texto; a promoção do debate de opções e estratégias de tradução; a atribuição de tarefas de tradução a realizar individualmente ou a pares e, por último, a análise contrastiva dos resultados do trabalho dos estudantes. A exposição oral por parte do professor será uma estratégia pontual, destinada a veicular informação ou fornecer explicações que os estudantes não possam obter através da consulta de fontes documentais/ bibliográficas ou da sua actividade experimental.

Método de avaliação

A avaliação basear-se-á em três elementos: participação oral nas aulas (10%), trabalhos escritos semanais ou bimensais (30%) e 2 testes escritos presenciais (50%).

Conteúdo

1. Distinção entre tradução técnica, tradução científica e tradução especializada.
2. Tradução técnica e tradução científica: bases de dados terminológicas e outras fontes de pesquisa e documentação.
3. Tipologias de texto técnico e de texto científico.
4. Legislação comunitária e nacional sobre produção e tradução de textos técnicos.
5. Características dos documentos técnicos: estrutura textual, terminologia (incluindo siglas e acrónimos), sintaxe e formatação.
6. Estratégias de tradução de textos técnicos como manuais de instruções, relatórios técnicos especializados, fichas técnicas e folhetos informativos.
7. Especificidades de vários tipos de texto científico: relatórios de ensaios clínicos, patentes, artigos científicos e textos de divulgação científica das áreas da física, da química, da medicina e da biologia.
8. Estratégias de tradução de textos científicos: terminologia (incluindo latinismos, siglas e acrónimos), fórmulas, equações, gráficos e unidades de medida.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: