História e Ficção na Cultura Portuguesa

Objectivos

1. Fomentar a aquisição de saberes fundamentais num contexto histórico-social entre a Idade Média e o Século XX, num envolvimento multidisciplinar em áreas tão diversas como arte, literatura, filosofia, política e ciência.
2. Promover a reflexão sobre as mais variadas formas de uso da temática histórica no campo da ficção literária.
3. Motivar a participação activa do aluno na abordagem da matéria proposta e na identificação dos conteúdos dos textos lidos e analisados.
4. Incentivar o aprofundamento de determinadas linhas temáticas que estabeleçam relações entre a História de Portugal e a criação literária.
5. Promover o domínio de alguns instrumentos teóricos com vista a identificar uma obra de ficção como um produto associado ao momento da sua concepção e pelo qual foi condicionado.
6. Desenvolver a capacidade de investigação criativa sobre o tema em apreço, promovendo a qualidade e o rigor no trabalho a elaborar, tanto a nível da oralidade como da escrita.

Caracterização geral

Código

722091131

Créditos

10

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

BARTHES, Roland. 1968. “L’effet de réel”, Communications. 11, 84-89.
CHAVES, Castelo Branco. 1980. O Romance Histórico no Romantismo Português. Amadora: MCC - Biblioteca Breve.
GOFF, Jacques le. 1984. “História”, in Enciclopédia Einaudi, I – Memória-História. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 158-259.
MARINHO, Maria de Fátima (Org.). 2004. Literatura e História. Actas do Colóquio Internacional. Porto: Faculdade de Letras: DEPER.
MARINHO, Maria de Fátima. 1999. O Romance Histórico em Portugal. Porto: Campo das Letras.
RICOEUR, Paul. 1985. “L´entrecroisement de l´histoire et de la fiction” in Temps et récit, III – Le temps raconté. Paris: Éditions du Seuil, 264-279.
ROSSUM-GUYON, Françoise Van. 1976. “Ponto de vista ou perspectiva narrativa”, in AAVV. Categorias da narrativa (trad. de Fernando Cabral Martins). Lisboa: Arcádia, 21-59.

Método de ensino

Durante as aulas, é dada uma ênfase especial à leitura e interpretação de um conjunto de textos antologiados em dossiê, sendo os estudantes contínua e equilibradamente motivados para os ler e aplicar os conhecimentos adquiridos ao nível do contexto histórico-social, bem como para distinguir a história “que se conta” à luz da história “que se escreve”, com vista à escolha de um tema a trabalhar.

Método de avaliação

O método de avaliação está dividido em dois momentos distintos: elaboração de um trabalho de investigação (65%) e uma apresentação oral alusiva ao tema escolhido para esse mesmo trabalho escrito (35%). A avaliação dos alunos tem como propósito aferir a eficácia das metodologias de ensino aplicadas ao longo do semestre, e verificar ainda até que ponto foram devidamente desenvolvidas as suas competências.

Conteúdo

1 – O poder legitimado pela História.
2 – O mito como exemplum.
3 – História e criação literária.
4 – Romance histórico: verdade e verosimilhança.
5 – Memória e reescrita.
6 – Biografia e testemunho.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: