Realização Cinematográfica

Objectivos

Em cada ano lectivo, a disciplina é orientada em torno de um projecto colectivo de trabalho a realizar pelos alunos. Em articulação com esse projecto e a sua temática específica para cada ano lectivo, procura-se que os alunos tomem contacto e reflictam sobre a experiência da realização cinematográfica, nas suas dimensões histórica, teórica, crítica e criativa. Conceitos essenciais à prática da realização convertem-se, assim, em elementos de mediação, no contexto teórico-prático da disciplina.
Pretende-se assim que o aluno:
a) Compreenda as possibilidades criativas do cinema;
b) Seja capaz de projectar um filme, a partir dos conceitos e dos instrumentos da prática da realização cinematográfica;
c) Adquira competências de análise crítica sobre os instrumentos e concepções da realização cinematográfica;
d) Coloque sob perspectiva crítica a natureza da relação entre a representação cinematográfica e a realidade que lhe serve de referência;
e) Compreenda, numa perspectiva activa, o alcance e a significação social da experiência do cinema.

Caracterização geral

Código

722011077

Créditos

10

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

ARIJON, Daniel, Grammar of the film language, Los Angeles, Silman-James Press, 1982;
BRESSON, Robert, Notes sur le cinématographe, Paris: Gallimard, 1972;
KATZ, Steven, Film directing. Shot by Shot. Visualizing from concept to screen, Los Angeles: Michael Wiese, 1993;
GEUENS, Jean Pierre, Film Production Theory, Albany, SUNY Press, 2000;
GIBBS, John, Mise en scene. Film Style and Interpretation, Londres, Wallflower, 2003;
SCHRADER, Paul, Transcendental style in film, Ozu, Bresson, Dreyer, New York: Da Capo Press, 1972

Método de ensino

Método de ensino teórico-prático. A exposição das matérias da disciplina recorrerá a cruzamentos entre a teoria e a história das práticas da realização no cinema, procurando-se uma ilustração efectiva, através de exemplos fílmicos relevantes, dos conteúdos conceptuais do programa.

Método de avaliação

A avaliação da disciplina centra-se na elaboração de um projecto individual de realização cinematográfica e na análise de um exemplo fílmico relevante.
É solicitado aos alunos um trabalho escrito individual com cerca de 10 páginas e um ensaio filmado individual com cerca de 5’.

Conteúdo

I - A utopia da “linguagem” cinematográfica.
Principais características e operadores.
A linguagem do cinema como um sistema de comunicação audio-visual. Plano e pontuação. A continuidade fílmica e a sintaxe cinematográfica. Omnipresença e função da montagem
II - Os elementos do cinema e a experiência da realização.
As principais estruturas cinematográficas. O princípio do triângulo e as suas implicações técnicas. A disciplina do “plano principal”. Câmara e movimento. A multiplicidade dos ângulos.
III - O cinema e o estilo.
A realização e o autor. A relação entre cinema e filme. Analítica da obra e unicidade do estilo. Exemplos: Godard, Bresson. A transcendência do estilo.
IV - Prática da realização
As fases do trabalho do filme: preparação, rodagem, montagem, pós-produção. O trabalho de equipa. Projectar em realização. Modelos e sistemas de planificação. A determinação do mapa de trabalho.
Casos práticos.