História da Etnomusicologia - 1. semestre

Objectivos

1. Identificar abordagens diversas, autores, publicações e contextos de referência ao longo da história da ciência etnomusicológica.
2. Adquirir conhecimento sobre inovações científicas ao longo da História da Etnomusicologia.
3. Adquirir as ferramentas conceptuais para uma perspectiva crítica da literatura em foco.
4. Desenvolver a capacidade de relacionar dados políticos, sociais e musicais com fins científicos.
5. Aplicar o conhecimento adquirido na elaboração de tábuas cronológicas temáticas anotadas.

Caracterização geral

Código

722021018

Créditos

10

Professor responsável

Marco António Roque de Freitas, Salwa Castelo Branco

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não Aplicável

Bibliografia

Adler, G. (1885/1981). Umfang, [...] der Musikwissenschaft. Tr. E. Mugglestone. YTM, 13, 1-21.
Blacking, J. (1973). How Musical is Man? Seattle: UWP.
Castelo-Branco, S. (Ed.) (2010). Enciclopédia da Música em Portugal no Século XX. Lisboa: C. Leitores.
Christensen, D & Wachsmann, K. (Eds.) (1905/1975). Hornbostel Opera Omnia. Leiden: Brill.
Côrte-Real, M. (Ed.) (2010). Música e Migração. Migrações 7. Lisboa: O. Imigração.
Ellis, A. (1885). On the Musical Scales of Various Nations. Journal of the Society on Arts, 33, 485-527.
Malm, K. (1993). Music [...] and Mass Media. Ethnomusicology, 37(3), 339–52.
Merriam, A. (1964). The Anthropology of Music. Evanston: NUP.
Miller, K. (2007). Jacking the Dial: Radio, Race, and Place in Grand Theft Auto. Ethnomusicology, 51(3), 402-38.
Nettl, B. (2005). The Study of Ethnnomusicology: 31 Issues and Concepts. Urbana: UIP.
Pegg, C. & al. (2001). Ethnomusicology. In S. Sadie (Ed.), The New Grove Dictionary of Music and Musicians. London: Macmillan.

Método de ensino

A unidade é ministrada em regime de seminário com parte teórica (50%) incluindo apresentações e discussões de estudos de caso, abordagens críticas de literatura relevante e aplicabilidade de perspectivas aprendidas a casos concretos de relevo histórico. A parte prática (50%) acompanha a concepção e redacção de tábuas cronológicas temáticas anotadas, em metodologia de ensaio em 3 versões.

Método de avaliação

A avaliação, a negociar no início, faz-se em torno do treino da escrita: 1 texto sobre uma ideia etnomusicológica com significado histórico (3000 cce) (15%); 1 texto sobre um ponto de referência promotor de uma tendência de investigação (5000 cce) (15%): e 3 versões da tábua cronológica temática anotada (15%+20%+20%); participação e apresentação oral (15%).

Conteúdo

A. Visão global sobre diferentes abordagens etnomusicológicas ao longo do tempo.
a) A Musicologia Comparada
b) Desenvolvimentos nos EUA: áreas musicais, aculturação e funções da música;
c) Desenvolvimentos na Europa: nacionalismo e tradições de pesquisa;
d) John Blacking e o alargamento do objecto de estudo da Etnomusicologia;
e) Música e linguagem, práticas musicais urbanas, migração, popular music e indústrias da música
B. Perspectivas, publicações e autores com produção relevante.
C. Abordagens críticas relativamente às tendências assinaladas.
D. Aspetos políticos e sociais relacionados com momentos de viragem na história da disciplina.
E. Tábua cronológica temática anotada.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: