Interpretação das Desigualdades Educativas

Objectivos

1. Conhecimento e compreensão das principais teorias e do debate sociológico actual sobre as desigualdades educativas e a sua relação com as desigualdades sociais;
2. Conhecimento e capacidade de análise dos principais indicadores comparativos que descrevem e monitorizam a evolução das desigualdades educativas;
3. Conhecimento e compreensão das explicações avançadas para a democratização educativa não ter conduzido aos progressos esperados em matéria de igualdade de oportunidades sociais;
4. Capacidade de aplicar os conhecimentos teóricos e analíticos adquiridos à formulação de problemas de investigação relevantes no âmbito da unidade curricular;
5. Capacidade de comunicar de modo rigoroso e significativo os conhecimentos teóricos e empíricos relacionados com a unidade curricular.

Caracterização geral

Código

722081066

Créditos

10

Professor responsável

A disponibilizar brevemente

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

Bernstein, B. (1971-1973). Class, code and control (vol. 1, 2). London: Routledge & Kegan Paul.
Boudon, R. (1973). L’ inégalité des chances: La mobilité sociale dans les sociétés industrielles. Paris, Armand Colin: 1973.
Bourdieu, P. & Passeron, J.-C. (1970). La reproduction: Eléments pour une théorie du système d´enseignement. Paris: Minuit.
Breen, R. (org.) (2005). Social mobility in Europe. Oxford: Oxford University Press.
Dalton, C., Albright, K. (org.) (2004). After the bell: Family background and educational success. Londres: Taylor and Francis.
Eurostat (2013). Education and training. http://epp.eurostat.ec.europa.eu/portal/page/portal/education/data
OCDE (série plurianual). Education at a glance. Paris: OCDE. http://www.oecd-ilibrary.org/education/education-at-a-glance_19991487
Olssen, M. (org.) (2004). Culture and learning: Access and opportunity in the classroom. Wesport: The nGreenwood Press.

Método de ensino

Cerca de um terço do tempo das sessões é preenchido com lições proferidas pelo docente sobre as teorias, os resultados empíricos e os indicadores previstos no programa. O restante é dedicado à discussão em seminário a partir de problemas enunciados pelo docente, de bibliografia exposta e criticada individualmente pelos alunos,
e à apresentação e discussão dos ensaios ou projectos de investigação dos alunos.

Método de avaliação

Avaliação contínua da participação nas apresentações e discussões em aula (40%);
Um ensaio de problematização ou projecto de investigação, escrito individualmente, sobre um tópico relevante no âmbito da unidade curricular, baseado em pesquisa autónoma do estudante e apoiado em orientação tutorial (50%);
Apresentação e discussão do ensaio ou projecto de investigação em seminário (10%).

Conteúdo

1. Desigualdades de oportunidades educativas
1.1. Das teorias culturalistas à teoria das decisões em matéria de escolaridade. Complementaridade de ambas as perspectivas.
1.2. O debate actual sobre a natureza das desigualdades educativas.
1.3. Principais indicadores internacionais de evolução das desigualdades educativas.
2. Educação e desigualdades de oportunidades sociais
2.1. Os resultados dos estudos de mobilidade social intergeracional.
2.2. Ideais meritocráticos, mobilidade estrutural, mobilidade relativa e papel da educação.
3. Apresentação e discussão dos ensaios dos alunos.