Teorias e Práticas de Escrita e de Revisão de Texto - 2. semestre

Objectivos

O objetivo central desta UC é o de desenvolver a complementação entre teorias e práticas de escrita, a partir de um trabalho que, ao incidir sobre as diferentes valências, permita construir e interpretar um texto como ‘objeto’ escrito, tendo em conta os diferentes suportes em que ocorrem,
A disponibilização de ferramentas que permitam a validação e a avaliação qualitativa dos textos, é igualmente um objetivo transversal deste seminário,
No final da UC pretende-se que os alunos desenvolvam a capacidade crítica que permita a intervenção sobre diferentes etapas de produções escritas, com vista à otimização do produto final, que sejam capazes de identificar formas e construções desviantes em produções escritas, formulando diagnósticos claros e que conheçam e utilizem adequadamente ferramentas específicas, para a resolução dos problemas identificados.

Caracterização geral

Código

722131088

Créditos

10

Professor responsável

Clara Nunes Correia, Maria Antónia Coutinho

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não tem.

Bibliografia

Chanquoy, L. , 2009. Revision Processes. In R. Beard, et al. (eds) The Sage handbook of writing development. Los Angeles/London: SAGE, pp. 80-97.
Daniels, Peter T. 2001. Writing systems. In Aronoff, Mark & Janie Rees-Miller (eds) The handbook of linguistics. Oxford: Blackwell, 43-80.
Duarte, Inês. 2003. Aspectos linguísticos da organização textual. In Mateus, Maria Helena et al. Gramática da Língua Portuguesa. Lisboa: Caminho, pp.87-123.
Halté, J.-F. & A. Petit Jean. 1989 Savoir écrire – Savoir faire. Pratiques, 61, pp. 3-28.
Kato, Mary. 1998. No mundo da escrita. Uma perspectiva psicolinguística. S.Paulo: Ática (6º edição).
Marcuschi, L. A. 2000. Da fala para a escrita. S.Paulo: Cortez Editora.
Pereira, Luísa Álvares. 2000. Escrever em Português. Didácticas e Práticas. Lisboa: Asa.
Vigotsky, Lev Semenovich, [1934] 2007. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. In M. Cole, et al. (eds.) 2007. L.S. Vigotsky. São Paulo: Martins Fontes.

Método de ensino

O trabalho a desenvolver caracterizar-se-á por conter uma componente teórica (50%) e uma componente prática (50%). Para além das exposições orais, resultando de leituras orientadas, o trabalho será desenvolvido a partir de casos de estudo, delimitados a partir de recolhas de materiais adequados à descrição e reflexão de diferentes temas. Os temas propostos para estudo, reflexão e discussão são calendarizados no início do semestre e previamente preparados com base em leituras da bibliografia recomendada.

Método de avaliação

A avaliação do seminário terá em conta a participação ativa nas sessões, de acordo com as diferentes atividades previstas. (10%); apresentação de trabalhos pontuais inerentes a cada módulo do programa; (50%); apresentação de um trabalho final (oral e escrito) (40%).

Conteúdo

Módulo 1:
O ato de escrita: implicações cognitivas e fisiológicas
O oral e o escrito: perspetivas (teóricas) em confronto
Do oral ao escrito e do escrito ao oral - processos de transcrição e de retextualização
Módulo 2:
O que é escrever?
Escrita privada e escrita pública.
Escrita e reescrita.
Escrita planificada e escrita heurística.
Módulo 3:
Operações sobre texto: contração, resumo e síntese.
Módulo 4:
O que é saber escrever? Avaliação (qualitativa) de escrita(s)
Saber escrever e saber avaliar a escrita.
Modelos e práticas de avaliação de textos escritos.
Critérios para a revisão de textos: Prática (s) de revisão de textos.
Módulo 5:
Práticas de avaliação: pareceres /recensões críticas /comentários
Construção de materiais como suporte à avaliação de produções escritas em contextos profissionais diferentes