Linguagens Cénicas - 2. semestre

Objectivos

Quase não existem na universidade portuguesa espaços de reflexão sobre as linguagens cénicas (entendidas como actuação ao vivo, como no teatro, na dança, na ópera, no circo ou na performance), que são uma manifestação artística tão importante e viva como a literatura ou a pintura, por exemplo. Este seminário pode ser um passo importante para preencher essa lacuna.
Pretende-se assim que o estudante:
1) Obtenha as principais ferramentas conceptuais e teóricas para a abordagem das artes cénicas;
2) Conheça alguns dos principais criadores e obras da história das linguagens cénicas, nesta história incluindo-se a contemporaneidade;
3) Seja capaz de discutir critica e argumentadamente obras que visione ou a que assista
ao vivo;
4) Seja capaz de realizar uma investigação própria e autónoma sobre um tema, um autor ou uma obra, com uma perspectiva crítica e fundamentada, apresentada, oralmente e por escrito, de forma clara e argumentada.

Caracterização geral

Código

722011059

Créditos

10

Professor responsável

Paulo Filipe Monteiro

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável

Bibliografia

APPIA, Adolphe (sem data), A Obra de Arte Viva, Lisboa, Arcádia;
ARTAUD, Antonin (1996), O Teatro e o seu Duplo, Coimbra, Fenda;
BRECHT, Bertold (1964), Estudos sobre Teatro, Lisboa, Portugália;
BROOK, Peter (1982), The Empty Space, London, Penguin;
CRAIG, E. Gordon (2005), Da Arte do Teatro, Lisboa, Escola Superior de Teatro e Cinema, cd-rom ;
GROTOVSKI, Jerzi (1975)Para um Teatro Pobre, Lisboa, Forja ;
LEHMANN, Hans-Thies, (2002), Le théâtre postdramatique, Paris, L’Arche,
LISTA, Giovanni (1973), Futurisme: manifestes, documents, proclamations, Lausanne, L’Âge d’Homme ;
MEYERHOLD, Vzevolod (1980), O Teatro Teatral, Lisboa, Arcádia;
MONTEIRO, Paulo Filipe (2010), Drama e Comunicação, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra;
MONTEIRO, Paulo Filipe (org.),Revista de Comunicação e Linguagens, nº 24, com o título Dramas, 1998;
SCHECHNER, Richard (2006)Performance Studies: an introduction, New York and London.

Método de ensino

As exposições do docente serão previamente acompanhadas pela leitura de textos de apoio. As visitas de estudo treinam aptidões reflexivas e críticas. As exposições pelos mestrandos (incluindo a preparação de materiais audiovisuais) introduzem casos e perspectivas diversos sobre temas, escolas, autores e obras de uma ou mais linguagens cénicas.

Método de avaliação

Avaliação: Leitura e investigação teórica geral 20%; Visitas de Estudo 10% Apresentação oral da investigação própria 30%; Ensaio escrito 40%.

Conteúdo

Este seminário aborda o que caracteriza o drama enquanto género da estética, bem como os respectivos subgéneros, como a tragédia, a comédia e a tragicomédia.
São tratadas as principais teorias do drama, de Aristóteles aos nossos dias, com as suas várias etapas, cisões e revoluções, bem como os principais elementos do drama: texto e cena, espaço, tempo dramático, personagem, actuação, encenação e recepção.