Teorias da Segurança e Gestão de Crises - 1. semestre

Objectivos

Identificar as principais escolas que procuram formular teorias gerais da segurança, nomeadamente as escolas
realistas, a Escola de Copenhagen e as teorias críticas; conhecer as problemáticas fundamentais da segurança
internacional contemporânea, assim como as teorias da decisão e da diplomacia de crises.
Analisar estudos de caso relevantes sobre os tipos de guerras, incluindo as guerras hegemónicas, guerras limitadas e guerras civis; estudar modalidades contrastadas de intervenções externas antes e depois do fim da Guerra Fria; avaliar modelos de conflito e de resolução de conflitos, com ênfase para a experiência portuguesa.
Enquadrar conceptualmente a gestão de crises e identificar as políticas, os atores e instrumentos utilizados no
processo de tomada de decisão das principais organizações internacionais; Entender o processo de geração de
capacidades civis e militares; Aplicar, dada uma situação prática, o processo e de decisão na gestão de crises de uma organização internacional no planeamento de uma missão ou operação.

Caracterização geral

Código

722091172

Créditos

10

Professor responsável

Carlos Gaspar, Jorge Luís Leão da Costa Campos

Horas

Semanais - 3 letivas + 1 tutorial

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

Não aplicável.

Bibliografia

John Baylis, Colin Gray, James Wirtz, editores (2018).Strategy in the Contemporary World. Oxford University Press;
Coral Bell (1971). The Conventions of Crisis. A study in diplomatic management. Oxford University Press;
Ken Booth (2007). Theory of World Security. Cambridge University Press;
Barry Buzan, Ole Waever, Jaap de Wilde (1998). Security Studies. A New Framework for Analysis. Lynne Riener;
Barry Buzan, Lene Hansen (2012). Evolution of Security Studies. Cambridge University Press;
Myriam Cavelty, editora (2009). Handbook of Security Studies. Routledge;

Método de ensino

Exposição pelos professores coordenadores e outros especialistas convidados; discussão dirigida.

Método de avaliação

A participação durante as aulas revelando capacidade de raciocínio e debate terá um peso de 25% na classificação final. O trabalho escrito final (com não menos de 3500 e não mais de 5500 palavras) será a avaliação decisiva do conhecimento aplicado dos autores e conceitos relevantes, de investigação e análise crítica, boa estruturação da argumentação e exposição clara num texto coerente, tendo um peso de 75% na classificação final.

Conteúdo

I. Teoria
1o Módulo: Teorias da Segurança: a guerra e a paz nas relações internacionais:
-Escolas realistas; Escola de Copenhagen; Teoria crítica da segurança;
-Guerra justa e guerra injusta;
-Guerras hegemónicas, guerras limitadas, guerras civis.
2.o Módulo: Teorias da Segurança: problemáticas da segurança internacional:
-Alianças, coligações e parcerias;
-Normas e instituições da segurança cooperativa;
-Intervenção e não-intervenção; intervenções humanitárias;
-Ameaças simétricas e assimétricas, convencionais e não-convencionais;
-As metamorfoses do terrorismo político;
-Espaços de segurança comuns: espaços marítimo, atmosférico, extra-atmosférico, cibernético.
3.o Módulo: Teorias da decisão e diplomacia de crises:
-Modelos burocráticos, análise cognitiva;
-Culturas estratégicas nacionais.
II. Estudos de Caso
4o Módulo: Guerras hegemónicas, guerras limitadas, guerras civis:
-Guerras hegemónicas: I e II Guerras Mundiais;
-Guerras limitadas: Guerra da Coreia, Guerra do Yom Kippur, Guerra do Kargil;
-Guerras civis: Guerra Civil de Espanha, Guerra da Síria.
5o Módulo: Intervenções externas:
-Crise da descolonização angolana;
-Guerras de secessão jugoslavas;
-Diplomacia da crise timorense.
6o Módulo: Conflitos e resolução de conflitos:
-Os Acordos de Bicesse;
-A NATO, a Bósnia-Herzegovina e o Kosovo;
-As Nações Unidas e a transição timorense.
III. Gestão de Crises
7o Módulo: Gestão de Crises, Prevenção e Resolução de Conflitos:
-Quadro conceptual da Gestão de Crises;
-As capacidades de Gestão de Crises civis e militares;
-Análise de situações práticas.
8o Módulo: O processo de decisão na Gestão de Crises nos principais organismos internacionais:
-ONU; UE; NATO;
-Principais atores;
-Instrumentos jurídicos;
-Instrumentos de planeamento;
-Componentes civis e militares;
-Cooperação internacional.
9o Módulo: A participação de Portugal em missões e operações de Gestão de Crises:
-Instrumentos políticos e jurídicos de participação;
-Objetivos e estratégias da participação;
-Principais atores, sua organização, articulação, planeamento e conduta;
-Testemunho da participação na RCA (Exército).
10o Módulo: Exercício de Planeamento de uma operação/missão de Gestão de Crises
11o Módulo: Exercício de Planeamento de uma operação/missão de Gestão de Crises
12o Módulo: Exercício de Planeamento de uma operação/missão de Gestão de Crises
13o Módulo: Exercício de Planeamento de uma operação/missão de Gestão de Crises
14o Módulo: Exercício de Planeamento de uma operação/missão de Gestão de Crises

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: