Cinema - 2. semestre

Objectivos

a) Possuir uma visão esclarecida das articulações do gesto cinematográfico com as problemáticas contemporâneas da arte;
b) Ser capaz de uma abordagem critica e de uma mobilização criativa das principais figuras da composição cinematográfica, em termos de espaço, tempo, dramaturgia e montagem;
c) Conhecer a evolução genealógica do cinema e identificar as transformações e adequações plásticas e artísticas a que foi sujeito;
d) Identificar as principais contribuições teóricas e estéticas à problemática interartística do cinema e sobre elas ter uma perspectiva crítica e actualizada.

Caracterização geral

Código

73217154

Créditos

10

Professor responsável

Maria Irene Aparício

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

Agamben, Giorgio. Means without Ends: Notes on Politics. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2000.
Cameron, Allan. Modular Narratives in Contemporary Cinema. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2008.
Connolly, Maeve. Place of Artists Cinema: Space, Site, and Screen. Bristol: Intellect Ltd., 2009.
Crary, Jonathan. “Undinding Vision”, October vol. 68 (Spring 1994), pp. 21-44.
Didi-Huberman, Georges. Atlas, How to Carry the World in One´s Back (Presentation of the Exhibition). Madrid: Museo Nacional de Arte Reina Sofia, 2010.
Mullarkey, John. Refractions of Reality: Philosophy and the Moving Image. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2008
Valiaho, Pasi. Film Culture in Transition : Mapping the Moving Image : Gesture, Thought and Cinema circa 1900. Amsterdam, , NLD: Amsterdam University Press, 2010.

Método de ensino

Tendo em consideração que se trata de um Seminário, as metodologias de ensino procurarão potenciar as capacidades colectivas do grupo de trabalho, reforçando as componentes de discussão crítica de textos fundamentais da bibliografia e das matérias expostas pelo professor, bem como o visionamento e exploração em colectivo de trabalhos fílmicos e artísticos com conteúdo relevante para o Seminário.
Os alunos serão também convidados a preparar recensões criticas de algumas das publicações mais relevantes e a apresentá-las no decorrer do Seminário.

Método de avaliação

Avaliação presencial e participação no Seminário: 20%;
Elaboração de recensão critica: 30%;
Elaboração de Ensaio escrito sobre uma problemática do Seminário contendo competente exploração bibliográfica: 50%.

Conteúdo

1. Hermenêutica do gesto e a relevância do seu mapeamento e categorização no contexto figurativo da modernidade. O cronofotografismo moderno (de Manet a Muybridge e Marey);
2. A emergência do gesto cinematográfico e dos seus automatismos. A constituição do cinema como mapamundo e a cartografia da relação gesto-movimento. Tipos de movimento e a relação movimento-ritmo: tropos fílmicos. Ensaios gestuais do burlesco fílmico: Lumière, Méliès, Keaton, Chaplin, Eisenstein;
3. Do gesto no filme ao gesto do filme. Montagens, remontagens, repetições: Godard e o burlesco da forma (do cinema do mundo – Les Carabiniers – ao cinema no mundo – Les Histoire(s) du Cinema);
4. O cinema (de novo) fora dos filmes Meta-cinemas e o espaço do fantasma cinematográfico na arte contemporânea. Re-instaladores da gestualidade fílmica: Douglas Gordon, Sam Taylor-Wood, Stan Douglas, Pierre Huyghe. O cinema como arte do arquivo – a reinvenção do gesto no trabalho de Yervant Gianikian & Angela Ricci Lucchi.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: