Artes da Cena Contemporânea - 2. semestre

Objectivos

Pretende-se que o doutorando:
1) Obtenha e seja capaz de utilizar as principais ferramentas conceptuais e teóricas para a abordagem das artes cénicas, na sua heterogeneidade e constante mudança;
2) Contextualize e conheça alguns dos principais criadores e obras da história das linguagens cénicas, com ênfase na contemporaneidade;
3) Seja capaz de discutir critica e argumentadamente obras que produza, que visione ou a que assista ao vivo;
4) Seja capaz de realizar uma investigação própria e autónoma sobre um tema, um autor ou uma obra, com uma perspectiva crítica e fundamentada, apresentada, oralmente e por escrito, de forma clara e argumentada.

Caracterização geral

Código

73217155

Créditos

10

Professor responsável

Paulo Filipe Monteiro

Horas

Semanais - 2

Totais - A disponibilizar brevemente

Idioma de ensino

Português

Pré-requisitos

n.a.

Bibliografia

BADIOU, Alain (2008) “Rhapsody for the theatre: a short philosophical treatise”, Theatre Survey, 49:2
DELEUZE, Gilles (1979) « Un manifeste de moins », in Carmelo Bene e Gilles Deleuze, Superpositions, Paris, Minuit
DERRIDA, Jacques (1978) “The theatre of cruelty and the closure of representation”, in Writing and Difference, Univ. of Chicago Press
KRASNER; SALTZ (eds.) (2009) Staging Philosophy: Instersections of theater, Performance and Philosophy, Univ. of Michigan Press
LEHMANN, Hans-Thies (2002) Le théâtre postdramatique, Paris, L’Arche
MONTEIRO, Paulo Filipe (org.) (1998) Revista de Comunicação e Linguagens, nº 24, Dramas
PUCHNER, Martin (2010) The Drama of Ideas: Platonic Provocations in Theater and Philosophy, Oxford Univ. Press
SCHECHNER, Richard (2006) Performance Studies: an introduction, New York & London, Routledge
SZONDI, Peter (2001) Teoria do Drama Moderno: 1880-1950, São Paulo, Cosac&Naify

Método de ensino

As exposições do docente serão previamente acompanhadas pela leitura de textos de apoio. Cada estudante terá de fazer uma recensão crítica de uma obra teórica. As visitas de estudo treinam aptidões reflexivas e críticas. As exposições finais pelos doutorandos (incluindo a preparação de materiais audiovisuais) introduzem casos e perspectivas diversos sobre temas, escolas, autores e obras de uma ou mais linguagens cénicas.
Promover-se-ão também encontros com artistas e com pós-doutorandos a realizar trabalho relevante para os estudantes do seminário, com a consciência de que os próprios métodos a usar terão de ser flexíveis conforme os projectos, investigações e experimentações que estes desenvolverem.

Método de avaliação

Leitura e investigação teórica geral 20%;
Recensão crítica: 20%;
Apresentação oral da investigação própria: 20%;
Ensaio escrito 40%.

Conteúdo

1. O conceito de performance; a especifidade da performance produzida no contexto estético das artes
2. A pluralidade constitutiva da cena dramática vs. as leis das unidades dramáticas e da verosimilhança
3. A crise oitocentista do drama clássico; as tentativas da sua renovação (Ibsen, Tchékhov); as rupturas (Victor Hugo, Wagner, Appia)
4. A cena como origem do conceito de obra de arte total. Relação entre linguagens. Intermedialidade.
5. A cena anti-mimética; ascensão (e declínio) da fisicalidade; simbolistas, futuristas, dadas, Craig, Meyerhold, Artaud, Brecht, Grotovski, Kantor; a performance art; a improvisação. Tentativas de pensar estas alternativas: Lyotard e Deleuze.
6. A procura recorrente de uma desumanização da cena. A reacção dos que conjugam o trabalho sobre a linguagem com a investigação sobre o quotidiano e as emoções – como Pina Bausch, Alain Platel, Ricardo Bartís.
7. Tendências de uma cena “pósdramática”.

Cursos

Cursos onde a unidade curricular é leccionada: